Volta ao mundo em festivais literários

roteiro-de-festivais-literarios

Longe vai o tempo em que os livros se vendiam só nas livrarias. A pouco e pouco, o caminho de promoção e aproximação literária tem sido feito através de um contacto mais direto com os escritores e as editoras. os festivais literários são, cada vez mais, oportunidades únicas de conhecer novos nomes, ao vivo e a cores.

ZEE

21 a 25 de janeiro, Jaipur, Índia
É o maior festival literário gratuito do mundo e atrai alguns dos maiores pensadores e escritores do Sul da Ásia e do mundo inteiro a Jaipur, na Índia. O naipe vai de nomes distinguidos com o prémio Nobel da Literatura a escritores locais, vencedores de Man Booker Prize a novelistas que acabaram de publicar o primeiro livro. Tudo no cenário grandioso do Palácio Diggi, que proporciona cinco dias de leituras inesquecíveis. Além de workshops interativos e sessões de música ao vivo, o ZEE – Jaipur Literature Festival ainda integra um concurso literário e um prémio de poesia. http://jaipurlitera- turefestival.org/

Correntes d’escritas

26 a 28 de fevereiro, Póvoa de Varzim, Portugal

Ponto de encontro de nomes incontornáveis da literatura portuguesa e internacional, o Correntes d’Escritas integra no programa iniciativas tão variadas como conferências, lançamentos de livros, sessões de poesia, teatro, cinema e encontros de escritores com estudantes, entre muitos outros. No ano em que celebra o 16º aniversário, o encontro comemora os números redondos: graças a ele, mais de 800 escritores passaram pela Póvoa de Varzim, atraindo mais de 50 mil leitores. Mais informações em http://www.cm-pvarzim.pt/

Rota das letras

Final de março, Macau, China

Criada pelo Ponto Final, jornal português em Macau, em 2012, a The Script Road – Macau Literary Festival (Rota das Letras – Festival Literário de Macau) é o primeiro encontro que junta literados portugueses e chineses num local apenas, reunindo numa cidade escritores, editores, tradutores, jornalistas, músicos, cineastas e artistas visuais. Nos anos passados, nomes como Valter Hugo Mãe, Dulce Maria Cardoso, Rui Zink, Francisco José Viegas, Su Tong, Xi Murong, Yan Geling, Lolita Hu, Arnaldo Antunes, Cat Power, Camané, Dead Combo e Aldina Duarte, entre muitos outros, passaram por Macau e deram corpo às ideias centrais do festival: juntar autores e pensadores de países lusófonos, da China, Hong Kong e Taiwan, organizar palestras, debates, apresentações de livros, deixar que os autores se conheçam e conheçam o seu público, estimular traduções. Em março deste ano – ainda sem data certa – arranca a quarta edição. http://www.thescriptroad.org/ 

Bologna Children’s Book Fair

30 de março a 2 de abril, Bolonha, Itália

Não há festival literário mais colorido do que este. A Bologna Children’s Book Fair é uma verdadeira montra do que de melhor – e mais inovador – se faz pelo mundo em matéria de literatura infantil. A edição de 2014 contou com 1200 editores de 74 países e mais de 30 mil visitantes. Imagine o que é ter um espaço com mais de 20 mil metros quadrados recheado de livros coloridos, ilustrados e com histórias trocadas por miúdos vindas de todo o mundo. Já imaginou? Além de ter uma oferta colorida, a feira é uma ótima oportunidade para designers e ilustradores procurarem potenciais clientes e mostrarem o seu trabalho, uma vez que é inteiramente dedicada ao negócio. Quando termina a feira, é hora de eleger a editora do ano. Em 2015 a Croácia terá lugar de destaque. http://www.bookfair.bolognafiere.it/

Hay Festival

21 a 31 de maio, Hay-on-Wye, País de Gales

Bill Clinton disse que o Hay era o “Woodstock da alma” e parece não se ter enganado muito. Durante dez dias, centenas de escritores de todo o mundo debatem e partilham histórias num dos maiores festivais literários do mundo. O Hay Festival é mais do que uma montra: é uma celebração das boas escritas partilhada por poetas e cientistas, comediantes e realizadores, novelistas e até ambientalistas. Vinte e sete anos depois do início, o Hay é um evento à escala global: além da edição original, no País de Gales, o festival estende-se para localizações como Xalapa, no México, Segovia, em Espanha, Beirute, no Líbano, Aarah, nas Maldivas, e muitas outras, num total de 15 eventos anuais. https://www.hayfestival.com

Flip

1 a 5 de julho, Paraty, Brasil

Os barcos e a igreja iluminada das fotografias da Flip não enganam: esta Festa é muito mais do que uma feira de livros e de escritores. Promovida pela Associação Casa Azul como um veículo de mudanças profundas no uso que a população faz dos espaços públicos, a Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) realizou-se pela primeira vez em 2003. Ao longo dos anos, muitos têm sido os nomes a participar no evento falado em português, transportando o nome de Paraty das capas das revistas de viagens para as mais reputadas publicações dedicadas aos livros e à literatura. Pela segunda vez com a curadoria do editor Paulo Werneck, a 13ª edição traz novidades: o espetáculo de abertura é gratuito – no ano passado Gal Costa abriu a Flip – e a festa vai ter ecrãs gigantes para os visitantes não perderem pitada. http://www.flip.org.br/

Wigtown Book Festival

25 de setembro a 4 de outubro, Dumfries and Galloway, Escócia

No meio de monumentos antigos, praias e carris, o mercado da cidade que acolhe o Wigtown Book Festival não podia ser mais bonito. O festival realiza-se na cidade escocesa considerada a capital do livro nacional, o que reflete o interesse do evento tanto nos novos livros como em publicações compradas e vendidas em segunda mão. Durante dez dias, o evento inclui mais de 175 momentos diferentes para todas as idades – incluindo música, teatro, comida e artes visuais – onde escritores e leitores podem trocar experiências e confessar preferências. Fundado em 1999 como festival literário, em 2007 tornou-se mais solidário e sustentável, contando com um pequeno staff apoiado por uma equipa com mais de 100 voluntários. http://www.wigtownbookfestival.com/

Frankfurt Book Fair

14 a 18 de outubro, Frankfurt, Alemanha

É a maior feira de livros do mundo e, por isso, os números podem impressionar. Em 2014 foram mais de 7000 expositores divididos, 270 mil visitantes e mais de 9000 jornalistas e bloguers que estiveram presentes na maior feira mundial do setor e da indústria livreira. Com um país convidado a cada ano, Frankfurt deu prioridade à literatura finlandesa na edição do ano passado. Este ano o convidado é ainda uma incógnita. Certo é que o convite está lançado para a terceira semana de outubro e o plano para os pavilhões já está lançado: se for, não esqueça o mapa que dão à entrada. Nós fomos e garantimos que é complicado andar dentro da Messe sem orientação. http://www.buchmesse.de/en 

Gostou? Partilhe este artigo: