4 aventuras épicas que a Marvel devia adaptar ao cinema depois de Vingadores: Endgame

thanos-vingadores-endgame-revista-estante-fnac

Na mais ambiciosa aventura do Universo Cinematográfico Marvel até à data, dezenas de grandes heróis unem esforços contra o omnipotente Thanos. E o que acontecerá a seguir? Arriscamos quatro livros que também adoraríamos ver no cinema.

Secret-Wars-Paperback-2011

SECRET WARS

Jim Shooter, Mike Zeck e Bob Layton

Quando a poeira da épica batalha contra Thanos assentar, as mentes criativas do Universo Cinematográfico Marvel haverão de querer repetir o sucesso, envolvendo o máximo de heróis possíveis num único conflito. Felizmente não precisam de procurar muito para encontrar outra aventura do género. Que por acaso até foi a primeira.

A banda desenhada Secret Wars, originalmente publicada entre 1984 e 1985, mexeu com o Universo Marvel como nenhum evento até então. Tudo começa quando uma misteriosa entidade cósmica chamada Beyonder teletransporta para um planeta de uma galáxia distante, repleto de armas e tecnologia alienígena, um grupo composto por alguns dos mais poderosos heróis do mundo e outro composto por alguns dos mais poderosos vilões. E lança o desafio: “Destruam os vossos inimigos e o que desejarem será vosso!”

É uma premissa boa demais para não ser adaptada ao cinema, permitindo as mais curiosas dinâmicas e até a ascensão de novos heróis e vilões.

SECRET INVASION

Brian Michael Bendis, Leinil Francis Yu e Gabrielle Dell’Otto

Foi muito recentemente, no filme Captain Marvel, que nos deparámos pela primeira vez com os Skrulls no Universo Cinematográfico Marvel. A adaptação desta aventura, originalmente publicada entre 2008 e 2009, seria uma excelente estratégia para reforçar a importância desta estranha raça de extraterrestres capazes de mudar de forma no grande ecrã.

Motivados pela crença de que a Terra lhes pertence – pelo menos é o que os mais extremistas deste povo acreditam que está nas escrituras da sua religião –, os Skrulls avançam para a conquista do nosso planeta, começando por anular algumas das suas principais defesas: os super-heróis. É uma invasão lenta e cruel, na medida em que os Skrulls assumem secretamente os corpos e as vidas de muitos dos mais conhecidos heróis, provocando a suspeita: em quem podemos confiar?

AVENGERS VS X-MEN

Brian Michael Bendis e Jason Aaron

Agora que se confirmou a fusão entre Disney e Fox, os X-Men voltaram a estar na calha para integrar o Universo Cinematográfico Marvel. E esta seria a aventura ideal para os apresentar em grande estilo. As possibilidades são ínfimas num confronto entre dois dos mais populares supergrupos do cinema atual.

A divergência entre equipas tem início quando uma entidade cósmica conhecida como Fénix se aproxima da Terra. Os X-Men acreditam que a sua chegada representará o renascimento da espécie mutante; os Vingadores, por sua vez, consideram que representará a extinção da espécie humana. É quanto basta para o início de uma devastadora guerra.

Convém referir, no entanto, que este não foi o único embate entre grandes equipas de heróis – já em 1987, Magneto havia provocado um longo confronto entre Vingadores, X-Men e Quarteto Fantástico, igualmente merecedor de uma adaptação ao grande ecrã.

WORLD WAR HULK

Greg Pak e John Romita Jr.

Poderá ser uma surpresa para quem apenas conhece o golias esmeralda do cinema, mas pertencem a Hulk algumas das mais interessantes narrativas da banda desenhada da Marvel. Como a saga Crossroads, na qual o monstro é banido para um espaço extradimensional que dá acesso a outros mundos. Ou a série Futuro Imperfeito, na qual é transportado até ao futuro, deparando-se com uma versão alternativa – e tirânica – de si mesmo: Maestro. Ou até a ocasião em que, por um curto período de tempo, fez parte de um novo Quarteto Fantástico, junto com Wolverine, Homem-Aranha e Motoqueiro Fantasma.

Qualquer destas aventuras poderia ser adaptada com sucesso ao grande ecrã, mas se há saga do gigante verde que tem mesmo de chegar ao cinema é World War Hulk, o culminar de outra excelente série, Planet Hulk – que até já foi parcialmente adaptada em Thor: Ragnarok.

Em World War Hulk, o grande antagonista é o próprio Hulk, sedento de vingança contra os antigos companheiros dos Vingadores (e não só) que inadvertidamente provocaram a morte da sua mulher.

Por: Tiago Matos

Gostou? Partilhe este artigo: