E se o Super-Homem fosse chinês?

A editora norte-americana DC Comics acaba de lançar o primeiro número de New Super-Man, uma nova série de banda desenhada onde, ao contrário da história que todos conhecem, o Super-Homem não é americano mas sim chinês.

Gene Luen Yang, a autora da série, refere que o objetivo era criar um personagem com o qual todos se conseguissem identificar. Partindo do original e adicionando-lhe alguns elementos da cultura chinesa, Yang conseguiu criar o primeiro Super-Homem asiático.

Tudo começa quando Kenan Kong, um adolescente de Xangai, ganhar poderes e se transforma física e mentalmente, aumentando a sua autoestima e transformando-se no herói que todos sonham ser.

Gostou? Partilhe este artigo: