Os 10 Livros da Minha Vida: Rodrigo Leão

fnac-revista-estante-os-10-livros-da-minha-vida-rodrigo-leao

Rodrigo Leão

Idade: 50 Profissão: Músico Nacionalidade: Portuguesa

Nasceu em Lisboa e, aos 18 anos, ajudou a fundar os Sétima Legião, uma das bandas mais marcantes do pop/rock português dos anos 80. Na altura tocava baixo, mas quando, em 1985, formou os Madredeus com Pedro Ayres Magalhães, passou a teclista. Depois de oito anos de grande sucesso em grupo, lança-se a solo com o álbum Ave Mundi Lumina. Seguem-se Theatrum (1996), Alma Mater (2000), Cinema (2004), Portugal, Um Retrato Social (2007), A Mãe (2009) e A Montanha Mágica (2011), isto já para não referir as compilações, participações e bandas sonoras, que lhe valeram – e continuam a valer – o elogio do público e da crítica, tanto a nível nacional como internacional. Mais recentemente, em 2014, apresentou ao vivo O Espírito de Um País (na escadaria da Assembleia da República) e A Vida Secreta das Máquinas, tendo ainda sido distinguido como Grande-Oficial da Ordem do infante D. Henrique.

1. A um Deus Desconhecido

John Steinbeck Foi um dos primeiros livros que li, na minha adolescência, e marcou-me bastante. Mais tarde, daria título ao primeiro álbum do grupo Sétima Legião, precisamente por ter sido um dos livros que mais nos inspirou.

2. O Idiota

Fiódor Dostoiévski De todos os autores que li, Dostoiévski foi sempre o meu preferido e O Idiota é, para mim, a obra-prima deste grande escritor.

3. O Estrangeiro

Albert Camus Uma história extraordinária apresentada num universo peculiar do escritor.

4. Os Maias

Eça de Queiroz O grande romance da minha adolescência. Dos poucos livros que li duas vezes.

5. Poesia Toda

Herberto Helder É um dos poetas portugueses de que mais gosto. Foi-me dado a conhecer por um grande amigo, o Hermínio Monteiro. Foi também um dos autores que nos inspirou – a mim e ao Gabriel Gomes – a fazermos um álbum de música e poesia chamado Entre Nós e as Palavras.

6. O Filho de Mil Homens

Valter Hugo Mãe É um escritor que admiro muito e este é um dos livros mais enternecedores que li nos últimos anos.

7. A Cidade Queimada

Mário Cesariny Poemas e desenhos de um dos maiores poetas portugueses de sempre, numa edição fantástica da Assírio & Alvim.

8. Os Livros que Devoraram o meu Pai

Afonso Cruz O Afonso Cruz é um dos escritores mais versáteis que conheço: é ilustrador, músico, escritor e fabrica a sua própria cerveja (que já tive o prazer de provar). Este foi o primeiro livro que li dele e fez-me querer conhecer mais da sua obra. É um livro pequenino, mas cabe lá dentro um imenso mundo.

9. O Arranca Corações

Boris Vian Este é apenas um dos livros de Boris Vian que me fizeram viajar pela natureza humana através do universo do absurdo que lhe era tão caraterístico.

10. O Mar que a Gente Faz

João Negreiros Mais um autor português contemporâneo de quem nos devemos orgulhar. Uma história simples mas cheia de sensibilidade. Fiquei emocionado quando a li.

Gostou? Partilhe este artigo: