Que livros deveria ler Bridget Jones?

Bridget Jones está de volta com um novo filme, mas desta vez não vem sozinha. Dividida entre uma nova paixão e um amor do passado, descobre que está grávida do primeiro filho. É caso para perguntar: quem será o pai da criança? No meio de tantas peripécias e indecisões, não podemos deixar de lhe recomendar algumas leituras para este e outros momentos marcantes da sua vida.


orgulho-preconceito-revista-estante-fnac

Quando o coração bate a dois tempos

Orgulho e Preconceito
Jane Austen

Os dilemas amorosos são já uma imagem de marca de Bridget Jones, cujo coração anda desde o primeiro livro dividido entre o amor de dois homens. Não é a única. Publicado há 200 anos, Orgulho e Preconceito dá-nos a conhecer Elizabeth Bennet, uma mulher que partilha com Bridget os mesmos problemas com os homens e um feitio demasiado orgulhoso que a impede de viver plenamente o amor que lhe está destinado. Bridget havia de se reconhecer nesta história e talvez se inspirasse com a força e determinação de Bennet.


mar-de-rosas-revista-estante-fnac

No dia mais feliz da sua vida

Um Mar de Rosas
Nora Roberts

Desde pequena que Bridget tinha o sonho de entrar numa igreja, com um longo vestido branco e o seu príncipe encantado à espera no altar. Tal como milhares de raparigas. Depois de muitas peripécias e amores desastrosos, esse dia chegou finalmente. Numa altura tão feliz da sua vida só lhe podíamos recomendar a leitura de uma envolvente história de amor. E quem melhor do que Nora Roberts, a mais conhecida escritora de romances femininos, para abrilhantar este dia de sonho com a história de uma romântica florista de casamentos que se apaixona por um homem que aparentemente não gosta de compromissos?


revolutionary-road-revista-estante-fnac

Quando o fim chega antes do tempo

Revolutionary Road
Richard Yates

Infelizmente, para Bridget a felicidade nunca dura muito. Depois do sonho do casamento, o pesadelo do divórcio. A relação com o distinto Mark Darcy já não é o que era e o amor acaba por chegar ao fim. Novamente sozinha, fechada no quarto a chorar por mais uma relação falhada, achamos que talvez se sinta melhor ao perceber que existem mais casais cuja frustração e as recriminações se sobrepõem à paixão que em tempos os uniu. É o caso de Frank e April Wheeler, o desavindo par deste romance finalista do National Book Award.


lei-de-murphy-revista-estante-fnac

Naqueles dias em que tudo corre mal

A Lei de Murphy, Vol. 1
Arthur Bloch

No mundo de Bridget, os contratempos são constantes. Desde um vestido caríssimo que se rasga ao primeiro uso até uma poça de lama que inesperadamente se atravessa no seu caminho, tudo lhe parece acontecer. Mas, por incrível que pareça, tudo isto tem explicação. Chama-se Lei de Murphy e defende que se alguma coisa puder correr mal, correrá mal. Arthur Bloch explora a ideia neste livro, oferecendo ainda outras razões para os azares da vida quotidiana. Uma leitura imprescindível para Bridget Jones e para qualquer pessoa que precise de encarar o mundo de cabeça erguida (mas de olhos bem abertos, não vá algum ramo de árvore intrometer-se à frente).


mulher-perfeita-revista-estante-fnac

Para manter a autoestima em alta

A Mulher Perfeita É Uma Cabra!
Anne-Sophie Girard e Marie-Aldine Girard

Com tantos azares a acontecerem constantemente, é normal que a autoestima de Bridget Jones esteja muitas vezes em baixo. Ser mulher é difícil, mas ser uma mulher “perfeita” é mais complicado ainda. Neste livro apercebemo-nos que ser perfeito nem sempre é bom e que às vezes o melhor é aspirar a… “normal”. Escrito como um verdadeiro manual de sobrevivência, as irmãs Girard desmistificam todas as ideias de perfeição transmitidas pelas capas das revistas. Está na hora de Bridget Jones deixar de se culpabilizar pelas suas falhas. Afinal, as mulheres “perfeitas” nem sequer existem, são pura invenção.


louca-por-compras-bebé-estante-fnac

Enquanto a barriga cresce

Louca Por Compras Espera Um Bebé
Sophie Kinsella

Chegou finalmente o momento tão esperado por quase todas as mulheres: a maternidade. Como já seria de prever, Bridget não se encaixa neste grupo. Divorciada e a progredir na sua vida profissional como produtora de um programa televisivo, a última coisa com que contava era ter um bebé a crescer-lhe dentro da barriga. Tal como ela, Rebecca “Becky” Bloom, a célebre viciada em compras imaginada por Sophie Kinsella, também espera o seu primeiro filho. No meio de desejos e enjoos matinais, vão poder partilhar juntas esta primeira experiência que inclui tanto amor quantos biberões e fraldas sujas.


histórias-adormecer-revista-estante-fnac

9 meses depois

10 Histórias Para Adormecer Sem Medos Nem Birras
Filipa Sommerfeldt Fernandes

Já se sabe que os primeiros meses depois do nascimento de um bebé não são nada fáceis. E se para Bridget a vida já é difícil sem birras e noites intermináveis passadas em branco, quer-nos parecer que agora as coisas vão piorar ainda mais. Como não queremos que a futura mamã entre em desespero, recomendamos que comece já a ler e a decorar estas dez histórias que darão certamente imenso jeito quando chegar a altura de adormecer o seu bebé. A nós só nos resta desejar-lhe muitas felicidades e esperar que, apesar de não ser uma mulher perfeita, Bridget consiga ser a melhor mãe do mundo.


Por: Andreia Vaz
Fotografias: Universal Pictures

Gostou? Partilhe este artigo: