Frederico Lourenço aceita Prémio Pessoa das mãos de Marcelo Rebelo de Sousa

frederico-lourenço-revista-estante-fnac

O Prémio Fernando Pessoa 2016, que distinguiu Frederico Lourenço pelo seu primeiro volume da tradução integral da Bíblia grega, foi-lhe entregue esta quarta-feira ao final da tarde, numa cerimónia que decorreu na Culturgest, em Lisboa, com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

No seu discurso, o autor defendeu que “é preciso começar o estudo do grego e do latim no ensino secundário”.”Enquanto isso não voltar a acontecer, a qualidade das nossas humanidades e o estudo da história e cultura portuguesas estarão no futuro seriamente comprometidos”.

Já o chefe do Estado português, que procedeu à entrega do galardão, fez questão de elogiar o responsável pela maior tradução da Bíblia alguma vez feita para português. “Deu-nos uma Bíblia para crentes e não crentes”, sublinhou Marcelo Rebelo de Sousa.

Frederico Lourenço, que com este reconhecimento recebeu ainda 60 mil euros, também já traduziu grandes clássicos literários como Odisseia e Ilíada, de Homero. Acabou de lançar o segundo volume da tradução da Bíblia e, até 2019, prevê publicar os restantes quatro.

 

Gostou? Partilhe este artigo: