Em Revelação: Pato Lógico

“A maior parte das nossas receitas vem das vendas internacionais”

André letria escolhe o nome Pato Lógico por ser fácil de memorizar e ter algum humor. a editora nasce em 2010 e hoje os livros já são lidos em todo o mundo.

O primeiro livro lançado pela Pato Lógico, em 2010, sofreu uma série de erros de principiante. Por ser um livro que André Letria queria ilustrar, por ser um texto do seu pai, José Jorge Letria, e pelo amor que ambos têm pelo Benfica, achou que publicar Domingo Vamos à Luz no ano em que o Benfica acabara de ser campeão tinha tudo para dar certo. Mas não. “É uma espinha que tenho atravessada”, brinca André Letria. Andei a distribuiros livros de porta em porta, com caixas na mão, o timming da novidade acabou por passar “e o livro morreu” — ou quase. A editora nasce com uma produção familiar: André Letria e José Jorge Letria.

“Por uma razão de ordem prática e de disponibilidade financeira.” Hoje em dia trabalham com vários autores e ilustradores: Ricardo Henriques, Catarina Sobral, André da Lobo, Marta Monteiro e Afonso Cruz. Para promover os livros a Pato Lógico desloca-se a escolas, bibliotecas e feiras do livro, aproximando gerações através dos livros. Os autores que trabalham com a Pato Lógico são escolhidos pela qualidade, versatilidade, capacidade de integração. Em suma: autores que aceitem e gostem de desafios.

A EXPORTAÇÃO
“A maior parte das nossas receitas vem das vendas internacionais”, explica o fundador. A partir de 2012 a Pato Lógico passou a ir à Feira de Bolonha e, nesse ano, com Se Eu Fosse Um Livro, despertou o interesse da editora Chronicle – que acaba de lançar o mesmo livro em inglês. Além disso, já chegaram ao Brasil e traduziram o livro para francês, coreano, norueguês, grego e mandarim.

PARCERIAS DE FUTURO
A parceria com a Imprensa Nacional-Casa da Moeda (INCM) foi anunciada no início do ano e até ao Natal serão lançadas mais quatro biografi as da coleção “Grandes Vidas Portuguesas”. Com 15 título publicados, a Pato Lógico continua a crescer.

“Criei a Pato Lógico para poder criar sem constrangimentos” 

ANDRÉ LETRIA
O fundador da Pato Lógico nasceu em Lisboa, em 1973. Como ilustrador ganhou diversos prémios, entre os quais se destacam
o Prémio Nacional de Ilustração, em 2000; o Prémio Gulbenkian, em 2004; o Award of Exellence for Illustration, atribuído pela Society for News Design (EUA). Está publicado em diversos países, como os EUA, Brasil, Inglaterra, Espanha e Itália. Em 2006 criou também o Farol de Sonhos — Encontro sobre o Livro e o Imaginário Infantil. Este ano o livro Mar foi distinguido com uma menção
nos Bologna Ragazzi Awards 2014, na categoria de “não ficção”.

andre_letria

TOP 3| Pato Lógico

1 – Mar
Um atividário (atividades + abecedário) que brinca com as palavras e seus significados. Textos de Ricardo Henriques e ilustrações de André Letria.
EmRevelacao1
2- Se eu Fosse um Livro
Tudo o que o livro pode ser, em metáforas. Textos de José Jorge Letria e ilustrações de André Letria
EmRevelacao2
3- Domingo Vamos à Luz
Um livro sobre a família e a partilha de experiências entre gerações. Textos de José Jorge Letria e ilustrações de André Letria
EmRevelcao3

 

Gostou? Partilhe este artigo:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *