Óscares 2017: se gostaste dos filmes, vais adorar estes livros

oscares-2017-revista-estante-fnac

Apaixonaste-te pelo jazz de La La Land? Vibraste com os dramas familiares de Vedações? Então vem descobrir livros que te ajudam a explorar os temas mais marcantes dos nomeados para melhor filme nos Óscares deste ano.


 

Headstrong

Headstrong
Rachel Swaby

ELEMENTOS SECRETOS

São génios da matemática, da engenharia e da informática. São figuras histórias da NASA, que ajudaram a impulsionar a viagem espacial. E são, também, mulheres. A história de Katherine Johnson, Dorothy Vaughan e Mary Jackson – interpretadas no filme Elementos Secretos por Taraji P. Henson, Octavia Spencer e Janelle Monae, respetivamente – é apenas uma das muitas que, hoje, inspiram as novas gerações e a comunidade científica. No livro Headstrong, conhece 52 outras mulheres que mudaram a ciência e o mundo.

Filme também nomeado para:
Melhor Atriz Secundária (Octavia Spencer)
Melhor Argumento Adaptado

 

O Pai

O Pai
Anders Roslund e Stefan Thunberg

HELL OR HIGH WATER – CUSTE O QUE CUSTAR!

No Oeste americano, dois irmãos unem forças para evitar que o rancho de família lhes seja penhorado. Como? Assaltando as várias sucursais do banco que os ameaça. Não é muito diferente da história que mais fez correr tinta no início dos anos 90, na Suécia, quando três irmãos se aliaram ao pai para executarem a maior vaga de assaltos até então conhecida no país. Um quarto irmão, Stefan Thunberg, que ficou de fora dos planos, acabou por se juntar ao jornalista Anders Roslund para contar a história dos “wanted men” da sua família. Nasceu assim o livro O Pai.

Filme também nomeado para:
Melhor Ator Secundário (Jeff Bridges)
Melhor Edição
Melhor Argumento Original

LA LA LAND – MELODIA DE AMOR

É ao som de jazz que Mia (Emma Stone) e Sebastian (Ryan Gosling) se apaixonam no filme com maior número de nomeações na história dos Óscares – a par de All About Eve (1950) e Titanic (1997), que também conseguiram ver os seus títulos em 14 categorias. São várias as referências a figuras emblemáticas do jazz no decorrer de La La Land – como Thelonious Monk, Charlie Parker ou Hoagy Carmichael –, ou não fosse o realizador (e ex-baterista) Damien Chazelle fascinado desde miúdo por este estilo musical. Se partilhas da paixão, então está na altura de folheares a Enciclopédia Ilustrada do Jazz & Blues.

Filme também nomeado para:
Melhor Ator (Ryan Gosling)
Melhor Atriz (Emma Stone)
Melhor Realizador (Damien Chazelle)
Melhor Fotografia

Melhor Guarda-Roupa
Melhor Edição
Melhor Banda Sonora Original
Melhor Canção Original (“Audition” e “City of Stars”)
Melhor Direção Artística
Melhor Edição de Som
Melhor Mistura de Som
Melhor Argumento Original

LION – A LONGA ESTRADA PARA CASA               

Índia é o cenário. Saroo, o protagonista. Anos depois de se ter perdido da família e de ter sido adotado por um casal australiano, o jovem confia apenas nas memórias e no Google Earth para tentar encontrar o caminho de volta para casa. Quem também embarca numa viagem de autoconhecimento entre a Índia moderna e a rural é Ram, o protagonista do livro Quem Quer Ser Bilionário?. Curiosamente, este inspirou a longa-metragem vencedora do Óscar de Melhor Filme, Melhor Realizador e Melhor Banda Sonora nos Óscares de 2009.

Filme também nomeado para:
Melhor Ator Secundário (Dev Patel)
Melhor Atriz Secundária (Nicole Kidman)
Melhor Fotografia
Melhor Banda Sonora Original
Melhor Argumento Adaptado

 

na sombra do pai

Na Sombra do Pai
Richard Russo

MANCHESTER BY THE SEA

A vida de Lee Chandler (Casey Affleck) fica virada do avesso quando o seu irmão mais velho, Joe (Kyle Chandler), morre, obrigando-o a regressar à pequena vila onde cresceu, em Massachusetts, para cuidar do sobrinho adolescente. De tio afastado passa a pai relutante. A dinâmica é semelhante à que encontramos no livro Na Sombra do Pai, onde Ned se vê forçado a viver com o pai que o abandonou à nascença depois de a sua mãe entrar numa profunda depressão. Como é ser (e ter) um pai disfuncional? O filme e o livro explicam. E completam-se.

Filme também nomeado para:
Melhor Ator (Casey Affleck)
Melhor Ator Secundário (Lucas Hedge)
Melhor Atriz Secundária (Michelle Williams)
Melhor Realizador (Kenneth Lonergan)
Melhor Argumento Original

 

tragicomédia

Fun Home
Alison Bechdel

MOONLIGHT

Não é fácil para um jovem afro-americano crescer nos Estados Unidos, rodeado de pobreza, discriminação, drogas e familiares problemáticos. Mais difícil é se, tal como Chiron (Ashton Sanders), figura central de Moonlight, viver incerto da sua orientação sexual. Essa luta e os preconceitos sociais associados à homossexualidade são algo que Alison Bechdel, a autora da novela gráfica Fun Home – Uma Tragicomédia Familiar, conhece muito bem. Pouco depois de se assumir lésbica, descobriu que o seu pai era homossexual e que toda a vida se debateu com a solidão e o preconceito.

Filme também nomeado para:
Melhor Ator Secundário (Mahershala Ali)
Melhor Atriz Secundária (Naomie Harris)
Melhor Realizador (Barry Jenkins)
Melhor Fotografia
Melhor Edição
Melhor Banda Sonora Original
Melhor Argumento Adaptado

 

Catch 22

Catch-22
Joseph Heller

O HERÓI DE HACKSAW RIDGE

É muito raro encontrarmos, em plena guerra, um soldado pacifista. Desmond Doss (Andrew Garfield no filme O Herói de Hacksaw Ridge) foi uma dessas exceções: atuou como médico na frente de batalha entre Estados Unidos e Japão, na Segunda Guerra Mundial, recusando tocar numa única arma. Tendo como pano de fundo o mesmo conflito, mas em Itália, o livro Catch-22 dá-nos como exemplo de pacifismo os pilotos da Força Aérea americana, que tinham de executar, contrariados, uma absurda quantidade de missões. A mensagem, tanto literária como cinematográfica, é a de que a guerra não passa de uma loucura.

Filme também nomeado para:
Melhor Ator (Andrew Garfield)
Melhor Realizador (Mel Gibson)
Melhor Edição
Melhor Edição de Som
Melhor Mistura de Som

 

Vida Após Vida

Vida Após Vida
Kate Atkinson

O PRIMEIRO ENCONTRO

Se tivesses oportunidade de ver tudo o que de bom e mau a vida tem reservado para ti, mudarias esses planos? Tentarias escapar às coisas más, mesmo perdendo as boas? Este é o dilema que o filme protagonizado por Amy Adams (que interpreta a especialista em linguística Louise Banks, recrutada pelo Governo para comunicar com extraterrestres) nos lança. Da mesma forma, o romance Vida Após Vida desafia-nos a questionar como seria a nossa vida se tivéssemos mais do que uma oportunidade para a viver.

Filme também nomeado para:
Melhor Realizador (Denis Villeneuve)
Melhor Fotografia
Melhor Edição
Melhor Direção Artística
Melhor Edição de Som
Melhor Mistura de Som
Melhor Argumento Adaptado

Carta ao PaiCarta ao Pai
Franz Kafka

VEDAÇÕES              

Um pai dominante, com complexo de inferioridade, incapaz de lidar com o sucesso de quem lhe é próximo. Assim é Troy Maxson (personagem de Denzel Washington), um homem que vive na amargura de nunca ter concretizado o sonho de ser jogador profissional de basebol e que deixa esse sentimento consumi-lo e afetar a relação com a família. Franz Kafka sabe bem o que é crescer com um pai austero e distante. Para explorar esse lado pouco resolvido da sua vida e curar as feridas, escreveu uma honesta e dilacerante Carta ao Pai.

Filme também nomeado para:
Melhor Ator (Denzel Washington)
Melhor Atriz Secundária (Viola Davis)
Melhor Argumento Adaptado

Por: Carolina Morais

Gostou? Partilhe este artigo: