Os últimos 10 livros que ainda cheiram a verão

imagem-destaque-geral-estante-fnac

Setembro chegou, mas calma que ainda tens tempo para ler mais um ou dois livros antes de voltares à rotina. Preferes um thriller de cortar a respiração? Histórias de amor e espionagem? Ou queres desvendar mistérios? Temos sugestões para todos os gostos!

DETETIVES DE SETEMBRO

Um lendário detetive ressuscitado, um agente secreto que aprendeu táticas policiais com livros americanos e uma unidade especial que investiga os crimes mais macabros da Suécia regressam ao trabalho em setembro. Tal como tu!


1540-1

O Mistério dos Três Quartos

Sophie Hannah

Eis um novo policial encabeçado pelo lendário detetive Hercule Poirot, da inesquecível Agatha Christie, agora comandado por Sophie Hannah, que teve a aprovação da família da falecida escritora para continuar os mistérios do célebre belga. Neste terceiro livro dos novos mistérios de Poirot não há cadáver, crime ou suspeitos; apenas duas cartas misteriosas.


1540-1

Jaime Bunda, Agente Secreto

Pepetela

Qualquer semelhança entre Jaime Bunda e o agente secreto James Bond é pura coincidência. O detetive estagiário dos serviços secretos de Angola vê-se envolvido na investigação de uma rede criminosa internacional ao estilo de Johnny English: sem saber muito bem como foi lá parar. A sua tarefa é investigar o assassinato e violação de uma jovem adolescente, mas o caso acaba por ser (ainda) mais complicado do que parece.


1540-1

O Castigo dos Ignorantes

Michael Hjorth e Hans Rosenfeldt

O que significa a sigla NATO? Se estivesses no novo livro de Sebastian Bergman, a tua vida poderia depender de responderes acertadamente a esta pergunta. No quinto volume da série, a Riksmord – uma unidade policial que investiga os crimes mais macabros da Suécia – enfrenta um assassino que testa a inteligência de figuras públicas. Trinta segundos. Sessenta perguntas. Se errarem morrem. A primeira vítima falhou o teste, quantas mais se seguirão?

REENCONTROS DE SETEMBRO

O amor e o ódio são duas faces da mesma moeda. E isso é verdade também no mundo dos espiões e dos super-heróis. Teoricamente inimigos, Eva e Falcó não deixam de ser o ponto fraco um do outro e Batman e Joker enfrenta-se num novo duelo… por amor!


1540-1

Eva

Arturo Pérez Reverte

Sabias que o novo romance de Arturo Pérez-Reverte tem início em Lisboa? Depois da história de Falcó ter terminado no Estoril, a sequela inicia-se na capital portuguesa – um lugar importante de tráfico e espionagem na década de 1930, segundo o autor. Mas depressa o cenário marroquino substitui o lusitano e é em Tânger que os caminhos de Eva, uma agente soviética, e Lorenzo, um espião franquista, se voltam a cruzar. Em plena Guerra Civil Espanhola haverá tempo para uma história de amor?


1540-1

Batman: O Príncipe Encantado das Trevas

Enrico Marini

Fãs de banda desenhada e super-heróis, este livro é para vocês! É que nesta aventura o ódio de Joker por Batman leva-o a raptar uma rapariga, e o amor do vigilante de Gotham por ela desencadeia um novo capítulo na lendária rivalidade. O caso é tão sério que, na sequela, Catwoman entra em cena para ajudar. Afinal, fazemos tudo por amor.

A SOMBRA DO PASSADO 

Quem nunca teve um déjà vu? É engraçado quando nos recordamos de algo que temos a ideia que já nos aconteceu tal como se está a suceder agora. O pior é quando, em vez de se tratar de uma mera sensação, uma tragédia antiga se repete ou nos condena para o resto da vida. Mas nem tudo o que invoca o passado tem de ser negativo e há também espaço para uma homenagem muito especial nesta reentrée literária. 


1540-1

Chamavam-lhe Grace

Margaret Atwood

Baseada em factos reais, Chamavam-lhe Grace foi adaptada ao pequeno ecrã em 2017 e conta a história de uma mulher acusada de homicídio e condenada à prisão perpétua – embora declare não se lembrar de cometer o crime. Trinta anos depois, há quem não tenha perdido a esperança de a salvar. Num esforço para desbloquear as suas memórias, um psicólogo tenta perceber se Grace é de facto uma assassina ou se estava apenas no local errado à hora errada.


1540-1

A Menina na Floresta

Camila Läckberg

A morte de uma menina de quatro anos reabre uma ferida antiga numa vila sueca. É que há 30 anos uma outra criança desapareceu e foi encontrada morta no mesmo local. Na altura duas adolescentes foram condenadas pelo crime. Uma delas é agora uma grande estrela de cinema que acaba de regressar à vila. Mas os restantes aldeões não estão livres de suspeitas. Todos parecem ter algo a esconder.


1540-1

Os Contos Mais Arrepiantes de H. P. Lovecraft

H. P. Lovecraft

Tal como acontece com muitos génios, enquanto era vivo H. P. Lovecraft não teve muito sucesso entre os leitores. No entanto, hoje é considerado um dos escritores de terror mais influentes do século XX. O falecido autor norte-americano apelidava o género literário que explorava de “terror cósmico” e inspirou nomes como Stephen King, Alan Moore e Ramsey Campbell. Num tributo a este mestre, mais de 20 artistas portugueses ilustram 15 dos seus contos mais aterrorizantes.

APROVEITA O PRESENTE 

Aproveitar ao máximo o presente não é apenas enamorarmo-nos e divertirmo-nos com os amigos. O presente também serve para te prepares da melhor forma para o futuro. Faz aqui as tuas resoluções para o novo ano de trabalho ou escola, se for o teu caso.


A-Todos-os-Rapazes-que-Amei

A Todos os Rapazes que Amei

Jenny Han

Quando escreves num diário, esperas que todos os teus desabafos fiquem guardados a sete chaves. Principalmente se lhe confessas todos os teus amores e desamores. Agora imagina que toda a gente consegue ler o que escreveste! É isso que acontece neste livro, originalmente publicado em 2014 mas retornado agora às atenções devido à estreia recente de uma adaptação produzida pela Netflix. As cartas que Lara Jean Song escreveu sobre cinco rapazes são tornadas públicas. Será que este é o empurrão que ela precisava para ser feliz? Ou acabaram de abrir uma caixa de Pandora?


1540-1

21 Lições Para o Século XXI

Yuval Noah Harari

Depois de ter escrito sobre como o homem se tornou na espécie dominante em Sapiens e sobre a evolução da humanidade para uma sociedade endeusada em Homo Deus, Yuval Noah Harari fala-nos agora sobre o presente. Repetir o sucesso dos últimos dois livros, que se tornaram bestsellers internacionais, não é tarefa fácil. Mas este pensador do século XXI vem agora ensinar-nos como podemos lidar com os problemas que se avizinham.

Por: Tatiana Trilho

Gostou? Partilhe este artigo: