Da televisão para o mundo dos livros

O Dia Mundial da Televisão celebra-se todos os anos no dia 21 de novembro, data escolhida pela Organização das Nações Unidas no seguimento do Fórum Mundial de Televisão em 1996.

televisao-revista-estante-fnac

Sabias que Júlio Isidro tem um livro de memórias? E que o Dr. House escreveu um thriller criminal? Conhece os livros que escrevem alguns dos rostos mais familiares do pequeno ecrã.


O QUE ESCREVEM AS PERSONALIDADES DA TELEVISÃO NACIONAL


programa-segue-dentro-momentos-revista-estante-fnac

O Programa Segue Dentro de Momentos
Júlio Isidro

É uma das mais célebres personalidades da rádio e da televisão portuguesa, mas raramente tem a oportunidade de falar sobre si próprio – costuma antes ocupar a cadeira de entrevistador, desarmando os seus convidados com a afabilidade que lhe é característica. Esta autobiografia que agora publica representa, por isso, um momento novo. Com centenas de fotografias pelo meio, é a recordação de alguns dos principais momentos de uma carreira que conta já com mais de meio século.


sebenta-do-tempo-mario-augusto-revista-estante-fnac

A Sebenta do Tempo
Mário Augusto

O autor é um dos mais reconhecidos jornalistas e críticos de cinema da televisão portuguesa, mas o mais recente livro de Mário Augusto não fala (apenas) de cinema. A Sebenta do Tempo recorda algumas das leituras, músicas, guloseimas e programas de televisão que mais marcaram as pessoas que cresceram nas décadas de 1960 e 1970. Para lembrar, entre outros, os tempos do yé-yé, as coleções de Enid Blyton e o jogo d’O Sabichão.


sentir-cristina-ferreira-revista-estante-fnac

Sentir
Cristina Ferreira

É uma das principais novidades deste final de ano nas livrarias portuguesas. Cristina Ferreira passou três meses a escrever este livro onde revive os altos e baixos da sua carreira e as memórias mais relevantes dos seus 39 anos de vida. É o segundo livro da popular apresentadora, atual diretora de Conteúdos Não Informativos da TVI e um dos rostos mais acarinhados da televisão portuguesa, depois da publicação de Deliciosa Cristina, onde se debruçava sobre o mundo da cozinha.


confissoes-mulher-madura-revista-estante-fnac

Confissões de uma Mulher Madura
Maria Elisa Domingues

Apresentou o Telejornal e vários outros programas informativos da RTP. Foi a primeira mulher a ocupar o cargo de diretora de programas do mesmo canal. Também foi deputada à Assembleia da República e assessora de imprensa no governo de Maria de Lourdes Pintasilgo. Paralelamente, publicou livros relacionados com saúde mas baseados nas suas próprias vivências, como Amar e Cuidar. Confissões de uma Mulher Madura é o corolário de todas estas experiências na forma de um livro de reflexões que não se prende apenas ao passado.


vaticanum-revista-estante-fnac

Vaticanum
José Rodrigues dos Santos

O escritor português que mais livros vende atualmente deu-se a conhecer ao público de Portugal como jornalista e apresentador do Telejornal da RTP, função que mantém até hoje. Só em 2002 se iniciou como romancista, mas nos anos que se seguiram publicou 16 livros, muitos dos quais protagonizados pelo historiador e criptanalista Tomás Noronha. É o caso de Vaticanum, um thriller que envolve o rapto do Papa às mãos do Estado Islâmico e que demonstra uma vez mais a apetência de José Rodrigues dos Santos por temas potencialmente controversos.


O QUE ESCREVEM AS PERSONALIDADES DA TELEVISÃO INTERNACIONAL


traficante-armas-revista-estante-fnac

O Traficante de Armas
Hugh Laurie

Muitos o recordam como Gregory House, o arrogante mas genial médico que protagonizava a série House. Outros conhecem-no de séries clássicas do humor britânico como Blackadder, A Bit of Fry & Laurie ou Jeeves and Wooster. Outros ainda reconhecem-lhe os dotes de músico e em particular a apetência para blues e jazz. Mas Hugh Laurie também é escritor. Em 1996, publicou este thriller sobre um ex-polícia contratado para assassinar um empresário americano. O livro foi um sucesso e há muito que Laurie promete uma sequela.


amor-tempos-modernos-revista-estante-fnac

O Amor nos Tempos Modernos
Aziz Ansari

Mais conhecido pelas interpretações nas séries Parks and Recreation e Master of None, Aziz Ansari é um ator americano com queda para a comédia que, em 2015, surpreendeu o mundo editorial com este livro de não ficção que explora o impacto da tecnologia nos relacionamentos modernos. O estudo de Ansari contou com o contributo do sociólogo Eric Klinenberg e foi distinguido com o prémio de melhor livro de não ficção do ano nos Goodreads Choice Awards.


trinta-oito-meio-revista-estante-fnac

Trinta e Oito e Meio
Maria Ribeiro

Intérprete em várias telenovelas – entre as quais O Rei do Gado, Malhação, A Escrava Isaura e, mais recentemente, Império –, Maria Ribeiro participou igualmente em mais de uma dezena de filmes, nomeadamente Tropa de Elite e Tropa de Elite 2, e chegou a realizar um documentário: Los Hermanos. A estreia da atriz brasileira no mundo das letras deu-se este ano com um livro de crónicas que rouba parte do título do famoso filme de Federico Fellini e explora temas como idade, família, relações, doenças e morte.


coisas-vida-ensinou-revista-estante-fnac

As Coisas que a Vida me Ensinou
Oprah Winfrey

Mais conhecida pelo talk show com o seu próprio nome, Oprah Winfrey é apresentadora, empresária, atriz e uma das pessoas mais influentes – e ricas – dos Estados Unidos. Também tem uma revista onde é responsável pela escrita de crónicas sobre os mais diversos temas. Alguns dos melhores destes textos estão reunidos neste livro que é também uma coleção de histórias que marcaram particularmente a vida de Oprah.


livro-sem-bonecos-revista-estante-fnac

O Livro Sem Bonecos
B. J. Novak

Talvez o seu nome não seja (ainda) imediatamente reconhecível, mas B. J. Novak é já um caso sério no entretenimento made in America. Desde logo porque foi um dos escritores e produtores da versão americana de The Office, interpretando também o papel de Ryan Howard. O seu sentido de humor estende-se ao mundo dos livros, tendo destinado às crianças este O Livro Sem Bonecos, que é exatamente o que parece: um livro que, mesmo sem desenhos, é capaz de reter a curiosidade dos mais novos.


 

Gostou? Partilhe este artigo: