Os livros preferidos das personagens de Friends

friends-estante-fnac

Rachel, Monica, Phoebe, Joey, Chandler e Ross. Entraram na nossa vida no dia 22 de setembro de 1994 e nunca mais saíram. Para celebrar os 25 anos da incontornável série Friends, recordamos alguns dos livros preferidos deste grupo de amigos.

“Não há nada para contar.” A primeira vez que vimos os seis – na altura ainda quatro – amigos no icónico Central Perk, o grupo discutia o encontro que Monica teria essa noite com um colega de trabalho. Até ao momento em que Ross desabafa que gostaria de voltar a casar e Rachel entra no café vestida de noiva. Foi há 25 anos e, na altura, ninguém imaginaria que esta série televisiva se haveria de tornar o fenómeno que é hoje.

Para Kelsey Miller, autor do livro I’ll Be There For You, a explicação deste sucesso intergeracional relaciona-se, pelo menos em parte, com o facto de se tratar de uma série de “conforto”: “Muitos viam a série durante momentos em que estavam mais em baixo ou stressados. Referiam-se à sua leveza e desconexão com a realidade. Viam a série porque não se identificavam com ela!” O livro que escreveu pretende precisamente explicar o impacto sociocultural de Friends, revelando pelo caminho alguns segredos de bastidores.

Embora possam existir várias explicações para o êxito da série, a sua popularidade é inegável e foram incontáveis os momentos que se gravaram na memória coletiva. Quem não se lembra do episódio em que Joey guarda um livro no frigorífico? Ou do episódio em que Chandler não chora? Na altura em que Friends celebra o seu 25.º aniversário, recordamos alguns dos momentos mais hilariantes vividos pelo grupo de amigos através dos seus livros preferidos.

shining

The Shining
Stephen King
Edição em inglês:
The Shining

JOEY TRIBBIANI: THE SHINING

Apesar de ser a personagem que provavelmente menos associamos a livros, a verdade é que conseguimos lembrar-nos de pelo menos cinco que Joey leu ao longo da série. No entanto, nenhum terá sido mais discutido do que este clássico de Stephen King, que Joey por vezes se vê forçado a guardar no congelador quando o enredo se torna demasiado aterrador.

No momento em que Rachel descobre este esconderijo, as duas personagens começam o debate sobre os seus livro preferido. Ao ponto de se desafiarem a ler a escolha um do outro. Joey explica que, apesar de ser “o mais assustador de sempre”, já leu The Shining “vezes e vezes sem conta”.

Temporada 3, episódio 13: “O episódio em que Monica e Richard são apenas amigos”

RACHEL GREEN: MULHERZINHAS

Pegando na história da entrada anterior, Rachel recomenda a Joey a leitura deste clássico de Louisa May Alcott – que lhe parece ser quase tão aterrador como The Shining. Ao ponto de o colega de casa de Chandler também decidir guardá-lo no frigorífico, aterrado com o destino de uma das irmãs da história.

Este romance semiautobiográfico de Alcott, muitas vezes apontado como precursor do movimento feminista, acaba, contudo, por se tornar um dos preferidos de Joey e Rachel… pelo menos até à troca de spoilers sobre o desfecho, algo que quase estraga a leitura do “primeiro livro que o Joey gostou onde não entra o Jack Nicholson”, como Ross caracteriza o romance de Louisa May Alcott.

Temporada 3, episódio 13: “O episódio em que Monica e Richard são apenas amigos”

ROSS GELLER: O SENHOR DOS ANÉIS

Ross é, dos elementos do grupo principal, quem mais gosta de escrever, desde a banda desenhada Science Boy que Phoebe lhe roubou quando era criança até à sua tese de doutoramento. Também é quem mais gosta de ler e são várias as ocasiões em que o apanhamos com um livro na mão: O Idiota, Raceentre outros.

No entanto, a ter de eleger o seu livro preferido, a escolha recai obrigatoriamente em O Senhor dos Anéis, a trilogia de J. R. R. Tolkien centrada na disputa de um poderoso anel. Basta lembrar o entusiasmo de Ross (e Chandler) quando descobre que o seu amigo “Gandalf” vem a Nova Iorque.

Temporada 4, episódio 9: “O episódio em que vão a uma festa”

Jane-Eyre

Jane Eyre
Charlotte Brontë
Edição em inglês:
Jane Eyre

PHOEBE BUFFAY: JANE EYRE

A sempre ingénua Phoebe surpreende o grupo quando decide ter aulas de literatura. Afinal, até à altura, a única “literatura” de que a tínhamos ouvido falar era a história João e o Pé de Feijão. Parece, contudo, que Phoebe também é uma apreciadora de clássicos como O Monte dos Vendavais e Jane Eyre – leituras obrigatórias para as suas novas aulas.

O nosso momento preferido surge quando Phoebe se vinga de Rachel, que decide acompanhá-la a estas aulas sem ler os livros, fazendo-a pensar que Jane Eyre era “um ciborgue”. Rachel acaba por dizer a toda a turma que a obra de Charlotte Brontë é “muito avançada para o seu tempo” por incluir robôs.

Temporada 5, episódio 9: “O episódio da sanduíche do Ross”

MONICA GELLER: MATARAM A COTOVIA

Antes de se tornar protagonista do 15.º livro de Phoebe (temporada 6, episódio 21) e de começar – ou pelo menos tentar começar – um sobre a amiga, foram poucas as vezes em que ouvimos Monica falar de livros. Com uma exceção: Be Your Own Windkeeper, um que encantou Monica, Phoebe e Rachel mas que só existe no universo da série.

Sabemos, no entanto, que a irmã de Ross conhece alguns clássicos. Momentos antes de iniciar com Chandler a disputa pelo “título” de casal mais escaldante contra Phoebe e Gary, Monica lê Mataram a Cotovia. Ironia das ironias, Phoebe acaba por se separar do namorado da altura quando este mata um pássaro.

Temporada 5, episódio 17: “O episódio do beijo da Rachel”

CHANDLER BING: CANJA DE GALINHA PARA A ALMA

Pode parecer estranho vermos Chandler a ler um livro de autoajuda, afinal, os comentários sarcásticos são a sua imagem de marca. Mas, numa tentativa de provar que não é de ferro – conhecemos o seu lado sensível quando oferece à namorada de Joey um exemplar da primeira edição do seu livro preferido, The Velveteen Rabbit e que também se emociona, experimenta ler este bestseller de Jack Canfield, que compila vários relatos verídicos e inspiradores de histórias de sucesso de pessoas comuns.

“Se uma história me fizesse chorar, não me acharias morto por dentro”, explica Chandler a Monica, a propósito do motivo que o leva a pegar no livro.

Temporada 6, episódio 14: “O episódio em que Chandler não chora”
Por: Tatiana Trilho

Gostou? Partilhe este artigo: