Os grandes detetives da ficção policial

revista-estante-detetives-da-ficcao-policial

O cenário está montado, as pistas reveladas e os suspeitos reunidos. Resta agora resolver o mistério: quem é o maior detetive literário de sempre?

Por Tiago Matos


revista-estante-livros-morte-em-pemberley-p-d-james

Morte em Pemberley
P. D. James
Porto Editora

 

Adam Dalgliesh

A principal excentricidade de Adam Dalgliesh, se tal se pode chamar, é que, para além de inspetor (e, a certa altura, comandante) da Polícia Metropolitana de Londres, escreve e publica poesia. É, de resto, quase um fantasma, um homem profundamente reservado e introspetivo, que vive sozinho desde que a mulher morreu em trabalho de parto. Perspicaz e obstinado, é o protagonista de 14 romances policiais, publicados entre 1962 e 2008.

Primeira aparição: 1962

Autora: P. D. James


 

revista-estante-os-crimes-da-rua-morgue-edgar-allan-poe

Os Crimes da Rua Morgue
Edgar Allan Poe
Civilização

C. Auguste Dupin

Antes de existirem detetives, existiu C. Auguste Dupin. O homem que influencia a criação de figuras como Sherlock Holmes ou Hercule Poirot e dá início ao próprio género policial é, porém, um simples amador. Outrora rico, vê-se forçado, por razões desconhecidas, a ir viver para Paris, juntando-se a um amigo que serve de narrador nos três únicos contos que protagoniza. Ao deparar-se um dia com um brutal duplo homicídio, decide fazer uso da sua espantosa capacidade de observação e indução para desvendar o crime.

Primeira aparição: 1841

Autor: Edgar Allan Poe


 

revista-estante-livro-a-reviravolta-michael-connellyA Reviravolta
Michael Connelly
Porto Editora

 

Harry Bosch

Depois do homicídio da mãe, uma prostituta, Hieronymus “Harry” Bosch salta entre orfanatos até ter idade para se juntar ao exército americano. Serve na Guerra do Vietname e, depois de retornar a casa, junta-se ao Departamento de Polícia de Los Angeles, onde ganha a reputação de inflexível, confrontativo e, acima de tudo, incansável nas suas investigações criminais. A firmeza mantém-se na vida privada, ou não se fizesse sempre acompanhar por uma arma de fogo.

Primeira aparição: 1992

Autor: Michael Connelly


 

revista-estante-livro-o-misterioso-caso-de-styles-agatha-christieO Misterioso Caso de Styles
Agatha Christie
Asa

 

Hercule Poirot

O bigodinho retorcido, a obsessão pela simetria e o egocentrismo a roçar a arrogância levantam muitos sobrolhos na sociedade inglesa do século XX, ainda para mais vindos de um estrangeiro, mas Hercule Poirot responde a todas as suspeitas com as mais impressionantes deduções e demonstrações intelectuais. Nas dezenas de histórias que protagoniza, o pequeno detetive belga, ex-membro da polícia de Bruxelas, não necessita de armas ou força bruta: são as “pequenas células cinzentas” que o tornam um dos mais populares personagens literários de sempre.

Primeira aparição: 1920

Autora: Agatha Christie


 

revista-estante-livro-o-coleccionador-de-erva-francisco-jose-viegasO Colecionador de Erva
Francisco José Viegas
Porto Editora

 

Jaime Ramos

É português, mora no Porto e é inspetor da seção de Homicídios da Polícia Judiciária. Jaime Ramos, protagonista habitual dos romances policiais de Francisco José Viegas, é uma espécie de alter-ego do autor, mas também um reflexo do país. Nos anos 60, vive a Guerra do Ultramar; nos anos 70, torna-se militante comunista; com o passar do tempo, desilude-se com a política e opta antes pelo hedonismo, rodeando-se de boa comida, álcool, tabaco e futebol. Cético, pessimista e conservador, é um homem comum num emprego diferente.

Primeira aparição: 1991

Autor: Francisco José Viegas


 

revista-estante-livros-os-homens-que-odeiam-as-mulheres-stieg-larsonOs Homens Que Odeiam as Mulheres
Stieg Larsson
Dom Quixote

 

Lisbeth Salander

A bizarra hacker da trilogia Millennium não é uma investigadora comum, e isto é notório até no seu aspeto: Lisbeth Salander é uma jovem magra e pálida, com piercings e uma série de tatuagens, entre as quais um dragão gigante nas costas. Mas o que a distingue mesmo é a personalidade: hostil, violenta, obsessiva, vingativa, paranoica, altamente introvertida e antropófoba. Uma conjunção surpreendentemente funcional na resolução de mistérios.

Primeira aparição: 2005

Autor: Stieg Larsson


 

revista-estante-livros-os-treze-enigmas-agatha-christieOs Treze Enigmas
Agatha Christie
Asa

Miss Marple

À primeira vista, Jane Marple é apenas mais uma velhota inofensiva que, por falta de distrações – nunca casou nem tem familiares próximos que lhe ocupem o tempo –, se entretém a bisbilhotar a vida de outras pessoas. A britânica é, talvez por isso, frequentemente subvalorizada, e utiliza-o a seu favor para se infiltrar em círculos geralmente fechados e obter informações privilegiadas que, através de uma enorme astúcia, lhe permitem desvendar diversos crimes.

Primeira aparição: 1926

Autora: Agatha Christie


 

revista-estante-livros-a-inocencia-do-padre-brown-g-k-chestertonA Inocência do Padre Brown
G. K. Chesterton
Bertrand Editora

 

Padre Brown

A imagem de um padre católico atarracado, sempre acompanhado de um guarda-chuva, que passa a maior parte do tempo em silêncio, a observar, não é uma imagem que se associe com facilidade à de um arguto detetive. Mas é isso mesmo que o Padre Brown é. Habituado a ouvir confissões de pecados, desvenda mistérios pela intuição, colocando-se no lugar do assassino: “Quando estou seguro de me sentir exatamente como o assassino, é óbvio que sei quem ele é”.

Primeira aparição: 1911

Autor: G. K. Chesterton


 

revista-estante-livros-a-beira-do-abismo-raymond-chandlerÀ Beira do Abismo
Raymond Chandler
Porto Editora

 

Philip Marlowe

Cínico, autoritário, intransigente e insensível, Philip Marlowe é a personificação quintessencial da era noir. Despedido de uma seguradora por insubordinação, monta o seu próprio negócio, um serviço de investigações que o leva a resolver os mais diversos crimes. Entre trabalhos, entretém-se a fumar, a beber grandes quantidades de álcool e café, e a jogar xadrez contra si próprio.

Primeira aparição: 1939

Autor: Raymond Chandler


 

revista-estante-livros-as-aventuras-de-sherlock-holmes-arthur-conan-doyleAs Aventuras de Sherlock Holmes
Arthur Conan Doyle
11×17

 

Sherlock Holmes

Encontra-se em Sherlock Holmes um mundo de personagens e contradições: é boémio, pugilista, violinista amador, toxicodependente, pioneiro da ciência forense e um mestre do disfarce. O seu principal talento é, no entanto, a assombrosa capacidade dedutiva que utiliza para, junto com o fiel companheiro Watson, resolver inúmeros crimes. Excêntrico, egocêntrico e algo exibicionista na forma como demonstra as habilidades intelectuais, a sua influência no género é tal que, 128 anos depois de ter surgido, o seu nome continua a ser sinónimo de romance policial.

Primeira aparição: 1887

Autor: Arthur Conan Doyle

Gostou? Partilhe este artigo: