Os Ditadores: Hitler e Estaline voltam à vida nas livrarias portuguesas

ditadores-livro-hitler-estaline-revista-estante-fnac

Os Ditadores


Um livro para…
Apreciadores de ensaios sobre a Segunda Guerra Mundial ou biografias sobre importantes líderes históricos

Primeiras frases
“É enorme a tentação de comparar Hitler e Estaline. De uma maneira geral, são vistos como demónios gémeos do século XX, responsáveis, por razões e modos diferentes, por mais mortes violentas do que quaisquer outros homens da História.”

Se gostaste deste livro,
é provável que também gostes de…

Os Últimos Dias de Estaline (Joshua Rubenstein)
Até ao Fim (Ian Kershaw)
Ditaduras e Revolução (Manuel Loff, Filipe Piedade e Luciana Castro)

Que semelhanças existem entre Hitler e Estaline? Os Ditadores, de Richard Overy, compara as ditaduras destes dois homens que marcaram a história do mundo.

É possível comparar as ditaduras de Hitler e de Estaline? Deve fazer-se essa comparação? Estas são as questões que servem de base a este complexo, mas fascinante ensaio centrado em duas das mais marcantes – e tenebrosas – personalidades da história mundial. Para aprender com o passado. E não repetir.

O livro

Os Ditadores é uma obra de não ficção que traça o retrato de dois dos mais arrasadores regimes políticos de sempre, os que Hitler e Estaline implementaram na Alemanha e na União Soviética, respetivamente, na primeira metade do século XX. Em vez de se focar nas motivações pessoais destes dois ditadores, o livro apresenta-nos as suas estratégias de influência e dominação, explicando como foi possível que se tenham ascendido e permanecido no poder durante tantos anos.

O autor

Richard Overy é um historiador e professor britânico com vários livros e artigos publicados sobre a Segunda Guerra Mundial, entre os quais 1939 – Contagem Decrescente para a Guerra, War: A History in 100 Battles e The Bombing War: Europe 1939-1945. A escrita de Os Ditadores valeu-lhe o prémio Wolfson e o prémio Hessell-Tiltman.

O gancho

Os Ditadores é uma longa dissertação – auxiliada por fotos, tabelas e mapas que nos dão a conhecer a Alemanha e a União Soviética a partir da década de 1930 – que se afasta de outros livros do género ao assumir como foco a comparação de duas ditaduras baseadas em ideologias que, à partida, parecem perfeitamente distintas.

O livro apresenta ainda uma perspetiva bastante completa das estratégias que Hitler e Estaline aplicaram para se manterem no poder: os cultos da personalidade, as revoluções culturais, o controlo da economia e a manutenção do terror.

Gostou? Partilhe este artigo: