Os livros proibidos do Estado Novo

X 1979, John Passos, 1946
X Os Irmãos Karamazov, Dostoievsky, 1958
X Histórias de Amor, José Cardoso Pires, 1952
X História Universal da Infâmia, Jorge Luís Borges, 1964
X Gaibéus, Alves Redol, 1940
X A Filosofia na Alcova, Marquês de Sade, 1966
X Esteiros, Soeiro Pereira Gomes, 1966
X O Erotismo, Georges Bataille, 1969
X Quando os Lobos Uivam, Aquillino Ribeiro, 1958
X Manhã Submersa, Vergílio Ferreira, 1971
X Novos Contos do Gin Tónico, Mário-Henrique Leiria, 1973
X A Praça da Canção, Manuel Alegre, 1965
X O Amante de Lady Chatterley, D. H. Lawerence, 1970
X Madame Bovary, Gustave Flaubert, 1960
X Luuanda, Luandino Vieira, 1972

 

 

Gostou? Partilhe este artigo:

1 Comment

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *