Os 10 livros mais vendidos em 2017

livros-mais-vendidos-2017-revista-estante-fnac

Entrámos oficialmente na época dos balanços do ano. Queres saber quais foram os livros mais vendidos na FNAC em 2017?


origem-dan-brown

Origem

Dan Brown

Chegou, viu e venceu. O mais recente thriller de Dan Brown tem-se revelado um digno sucessor dos bestsellers anteriores do autor: chegou às livrarias apenas em outubro, mas rapidamente ascendeu ao top dos livros mais vendidos do ano. O quinto romance protagonizado pelo professor de simbologia Robert Langdon é mais uma trama de ritmo intenso que mistura arte, ciência, religião e história, tendo desta vez lugar em Espanha. Sabe mais sobre o autor e a obra aqui.


Chegar-Novo-a-Velho

Chegar Novo a Velho

Manuel Pinto Coelho

Publicado em 2015, este livro de Manuel Pinto Coelho permanece no top dos livros mais vendidos dois anos depois. O médico português, que entretanto publicou também Chegar Novo a Velho: Receitas, Chegar Novo a Velho: Hormonas e Colesterol: Mitos e Realidades, revelou à revista Estante que a ideia para o seu principal bestseller, onde explica como chegar saudável a uma idade avançada, chegou no seguimento de um pedido do atual editor, que lhe terá dito: “Tens a obrigação moral e cívica de escrever em livro o que disseste ontem, pois desse modo irás ajudar muita gente.”


Escrito na Água

Escrito na Água

Paula Hawkins

Quem não adivinharia que o novo thriller da autora de A Rapariga no Comboio também se tornaria um bestseller? E, no entanto, Paula Hawkins desenvolve em Escrito na Água uma trama muito diferente da do primeiro romance que publicou em nome próprio, jogando com mais de uma dezena de perspetivas diferentes para apresentar um crime que envolve um rio onde muitas mulheres perderam a vida. “Não estava interessada em escrever A Rapariga no Comboio 2”, disse a autora à revista Estante. “E penso que não é isso que os leitores esperam. As pessoas não querem ler o mesmo livro.” Parece que tinha razão.


asterix-transitalica

Astérix e a Transitálica

Jean-Yves Ferri e Didier Conrad

Depois de Astérix entre os Pictos e O Papiro de César, a dupla que herdou a popular série de banda desenhada criada por René Goscinny e Albert Uderzo levou-nos de volta ao tempo da ocupação romana para mais uma aventura repleta de humor que, apesar de ter sido publicada apenas em meados de outubro, subiu rapidamente à lista de livros mais vendidos do ano. Neste novo livro, Astérix e Obélix percorrem o território italiano numa corrida alucinante contra os adversários de sempre.


O-Caderno-das-Piadas-Secas

O Caderno das Piadas Secas

Pedro Pinto, Gonçalo Castro e João Ramalhinho

É um dos sucessos de vendas mais improváveis do ano. O termo “piada seca” começou a usar-se para definir as tentativas de humor breve e supostamente “sem sumo” que são tantas vezes utilizadas para divertir os amigos e desbloquear conversas. Nascido no seguimento de uma página de Facebook, O Caderno das Piadas Secas é exatamente o que o nome indica: uma compilação de 500 piadas de humor fácil, capazes de divertir qualquer um. Exemplo: “O que faz uma hortaliça surda? Finge couve.”


a-estranha-ordem-das-coisas

A Estranha Ordem das Coisas

António Damásio

Depois de sucessos como O Erro de Descartes e O Sentimento de Si, o conceituado neurocientista português António Damásio regressou às livrarias com uma nova obra que é também um estudo sobre homeostasia, conceito que define as ferramentas de autorregulação que utilizamos para preservar o equilíbrio. A Estranha Ordem das Coisas fala, como o próprio subtítulo indica, de vida, sentimentos e das várias culturas humanas, mas não se abstém de abordar ideias dos tempos modernos, como a inteligência artificial. Publicado no início de novembro, tornou-se, no espaço de dois meses, num dos livros mais vendidos de 2017.


sinal-de-vida

Sinal de Vida

José Rodrigues dos Santos

“O tema em que quis tocar desta vez foi a questão da vida e do seu destino”, revelou José Rodrigues dos Santos à revista Estante. “[E] quis fazê-lo através da biologia, porque o grande problema científico que se coloca, com grandes ramificações filosóficas, é se a vida é um acidente ou se está inscrita nas leis da natureza.” É este o tema do 18.º romance do autor, um thriller onde Tomás Noronha, seu herói recorrente, é chamado pela NASA para investigar uma nave desconhecida que aparenta dirigir-se ao encontro da Terra.


viuva-negra-daniel-silva-revista-estante-fnac

A Viúva Negra

Daniel Silva

Mais um thriller na lista de livros mais vendidos de 2017. O espião e restaurador de arte Gabriel Allon volta a marcar presença – pela 16.ª vez – numa aventura que tem o terrorismo internacional como verdadeiro protagonista. Tudo começa com um aterrador atentado em Paris, reivindicado pelo Estado Islâmico. É este o ponto de partida para uma história sobre uma jovem médica que, sob as ordens de Allon, encarna o papel de espia e se infiltra no grupo terrorista à espera do momento certo para agir.


Wuant

Wuant: O Início

Paulo Borges e Valente

Aos 22 anos, Paulo Borges – mais conhecido como “Wuant” – é um dos mais populares youtubers em Portugal, contando atualmente com mais de 2,5 milhões de subscritores no seu canal. Este ano, juntou-se ao ilustrador Valente e publicou este livro de banda desenhada onde surge, como o próprio referiu à revista Estante, num “universo diferente” que acredita ser uma extensão do seu canal, na medida que inclui “humor, boa disposição e uma história que não faz grande sentido”. A sequela, também nos confidenciou, está para breve.


Nada-Menos-Que-Tudo

Nada Menos que Tudo

Afonso Noite-Luar

“Prazer. Sou o Afonso.” É assim que Afonso Noite-Luar se apresenta nesta obra que faz parte da lista dos livros mais vendidos de 2017. Nada Menos que Tudo compila várias histórias – uma por página – escritas entre a primeira e segunda pessoas, algures entre o romântico e o erótico. É um livro que se dirige diretamente ao público do sexo feminino e que tem sabido agarrar as leitoras que apreciam a escrita de Pedro Chagas Freitas ou Raul Minh’alma.


Por: Tiago Matos

Gostou? Partilhe este artigo: