5 presentes para quem também gosta de julgar os livros pela capa

Este Natal não te esqueças dos amigos que julgam os livros pelas capas. E pelas lombadas. E pelas ilustrações.

Querido Pai Natal…

Não sei como é a tua estante de livros mas espero que seja composta por livros lidos ou em vias de o ser. Não consigo compreender o conceito de estantes bonitas se os livros nunca tiverem sido abertos. Ou de livros de mesa que não sirvam também para serem apreciados.

Isto não significa que me passe inteiramente ao lado a componente estética dos livros. Nada disso: reconheço que os livros são objetos de uma beleza muito especial. Gosto, no entanto, de provar erradas todas as pessoas que acham que a qualidade estética e o apelo de um livro são características mutuamente exclusivas.

Recolhi cinco exemplos de livros tão bonitos quanto interessantes, Pai Natal. Vê lá se concordas.

O primeiro chama-se Frida Kahlo: Uma Biografia e é um livro grande, de capa dura, repleto de belas ilustrações baseadas na arte da mexicana Frida Kahlo. Pelo meio há uma biografia escrita através de trechos do diário da artista. Uma homenagem extraordinária.

A propósito de homenagens, a coleção “Meninas Pequenas, Grandes Sonhos” reservou uma muito especial a Anne Frank noutro livro homónimo de capa dura. Para dar a conhecer esta corajosa vítima do Holocausto a um público mais jovem.

É igualmente para um público mais jovem que se destina Histórias de Meninas Aventureiras, uma coleção de seis histórias tradicionais protagonizadas por raparigas que enfrentam bravamente os mais aterradores monstros. As ilustrações são excelentes.

O mesmo acontece em Animais Selvagens do Norte, um compêndio de informação sobre os mais distintos animais das regiões nortenhas do mundo, acompanhado por ilustrações fenomenais que podiam perfeitamente ser emolduradas e dispostas nas paredes.

Por último, supõe que existe um livro exclusivamente composto por cenários hipotéticos. E supõe que esses cenários são, por vezes, tão bizarros que não consegues evitar uma gargalhada. Supõe que é um livro de grandes dimensões, cuidadosamente ilustrado. Já deves ter adivinhado que se chama Supõe… É outro daqueles que fica bem em qualquer estante.

Não sabes que livros podes oferecer a outras pessoas da tua vida neste Natal? Inspira-te no nosso Especial!

Gostou? Partilhe este artigo: