Ler pela primeira vez: Tintin

tintin-revista-estante-fnac

Precisas de um companheiro de aventuras? Queres desvendar grandes mistérios? Se ainda não conheces Tintin, o famoso repórter e viajante da banda desenhada, vem connosco. Prometemos que vale a pena.

O calendário marcava o dia 10 de janeiro de 1929 quando Le Petit Vingtième, um suplemento juvenil do jornal belga Le Petit Vingtième Siècle, começou a publicar as histórias de Tintin. O icónico personagem das bandas desenhadas de Georges Prosper Remi – mais conhecido por Hergé – que, apesar de inicialmente aparecer desenhado a preto e branco, se celebrizou com a sua blusa de lã azul, bermudas beges e poupa no cabelo, é também conhecido pelo espírito aventureiro, pela curiosidade e pela perspicácia.

E como os heróis também precisam de grandes amigos do seu lado, Tintin colecionou vários ao longo das suas aventuras. Além do inseparável cão Milou, temos o capitão Haddock, que é um arquétipo de marinheiro – bêbado e rabugento –, mas dono de um bom coração. Temos também os irmãos Dupond e Dupont: sempre munidos de bengalas e chapéus pretos, são membros da segurança e fazem investigações de forma nem sempre discreta ou eficaz. É que o facto de serem desastrados e distraídos faz com que acumulem um número impressionante de acidentes. E apesar de a maior parte dos amigos de Tintin serem mais velhos do que ele, é este, curiosamente, quem acaba sempre por lhes dar lições de moral.

As aventuras de Tintin têm 88 anos de vida. E neles cabem 23 obras completas (e uma por acabar) que marcaram gerações de leitores. Com cerca de 200 milhões de cópias vendidas em todo o mundo, as investigações de Tintin incluem muita aventura, humor e alguma crítica à sociedade da época. Eis os volumes que não podes perder.

Tintin-no-Pais-dos-Sovietes

Tintin no País dos Sovietes

Onde foi a tua primeira grande aventura? Consegues lembrar-te? A de Tintin foi durante uma viagem à Rússia para desmascarar o regime soviético. O repórter belga e o seu amigo de quatro patas tiveram de lutar contra as armadilhas e atentados que os bolcheviques prepararam para os eliminar. E tu, tens coragem de acompanhar Tintin e Milou nesta empreitada?

Tintin-no-Congo

Tintin no Congo

A segunda aventura de Tintin foi lançada em 1931. O protagonista é enviado para o Congo, na época em que este país era ainda uma colónia belga, para realizar algumas reportagens. Mas o trabalho jornalístico tem de ser posto de parte, uma vez que Tintin é obrigado a lutar contra um grupo de criminosos que quer controlar a produção de diamantes. Será capaz?

Tintin-na-America

Tintin na América

Após o episódio passado no Congo, Tintin é enviado para Chicago, nos Estados Unidos, para livrar a “cidade dos ventos” dos criminosos. O livro Tintin na América acaba por ser uma continuação da aventura vivida na colónia belga, já que o mesmo bando de criminosos vai aparecer para o sequestrar de novo. E Milou também desaparece.

Os-Charutos-do-Farao

Os Charutos do Faraó

Já vamos no quarto livro das aventuras de Tintin e contamos com passagens por quatro países diferentes. No Egito, o repórter descobre um túmulo de faraós com egiptólogos mortos e caixas de charutos. É esse cenário enigmático que o leva a viajar por Arábia e Índia em busca de respostas. Fica o teaser: serão os charutos uma caixinha de surpresas para Tintin?

O-Lotus-Azul

O Lótus Azul

Se pensas que a história d’Os Charutos do Faraó ficou terminada, O Lótus Azul é a prova em contrário. Neste volume, viajamos por Índia e China para que Tintin descubra quem é o homem por detrás do nome que lhe foi revelado por um mensageiro antes de este ser atingido por uma flecha envenenada. O nome Mitsuhirato diz-te alguma coisa?


“Sou eu, sob todas as formas! Tintin, quando quero ser heroico, perfeito; os Dupondt quando sou estúpido; Haddock, quando tenho vontade de me exteriorizar.”

Hergé


A-Ilha-Negra

A Ilha Negra

A queda de um avião, uma mensagem por decifrar e sacos cheios de dinheiro fazem com que Tintin tenha de partir para o Reino Unido no encalço de uma organização criminosa. Que novidades lhe trazem os frios mares da Escócia?

O-Templo-do-Sol

O Templo Do Sol

Não penses que estas aventuras são apenas protagonizadas por Tintin e o seu cão Milou. Neste livro, vemos em ação o capitão Haddock e os polícias Dupont e Dupond, que ajudam a investigar o caso de um professor desaparecido no Peru. Os raptores do professor não facilitam a investigação de Tintin e dos seus amigos, mas com a ajuda de um jovem índio conseguem, finalmente, chegar ao Templo do Sol. O que acontece depois?

Tintin-no-Tibete

Tintin no Tibete

A principal missão do repórter no livro Tintin no Tibete é encontrar o seu amigo Chang, que viajava num avião em direção à Europa quando este caiu nos Himalaias. Mas como Tintin não acredita na morte do seu amigo, parte à sua procura. Lutando contra tudo e todos, consegue chegar até aos destroços do avião. Apesar do sucesso de todas as suas missões, conseguirá o jovem belga, desta vez, encontrar o seu amigo?

A-Estrela-Misteriosa

A Estrela Misteriosa

Imagina que descobrias que um fragmento de meteorito caído no Mar do Norte continha um elemento químico desconhecido. Mostravas indiferença ou curiosidade? É claro que o nosso jovem amigo escolheu ir numa expedição para recuperar o fragmento. No entanto, esta torna-se uma tarefa complicada, já que Tintin terá de lutar contra um multimilionário que fará de tudo para impedir o sucesso da missão.

TinALPHAR_C_PO

Tintin e a Alph-Art

Apesar de inacabada, esta obra contém igual dose de aventuras repletas de humor, alusões a factos verídicos e críticas sociais. Um enredo que envolve o mundo da arte moderna e os personagens de sempre. É, com certeza, um livro obrigatório na tua introdução a Tintin.


Por: Ana Catarina Pinto
Fotografia: Tintin: Os Charutos do Faraó

Gostou? Partilhe este artigo: