Javier Cercas vence Prémio Literário Casino da Póvoa

O livro As Leis da Fronteira, do espanhol Javier Cercas, foi hoje anunciado como o grande vencedor do Prémio Literário Casino da Póvoa, no valor de 20 mil euros. Em Portugal, a obra foi publicada em maio de 2014 pela Assírio & Alvim, do Grupo Porto Editora.

Entre as obras finalistas desta que é a principal distinção do festival literário Correntes d’Escritas, encontravam-se A Casa Azul (Cláudia Clemente), A Desumanização (Valter Hugo Mãe), A Liberdade de Pátio (Mário de Carvalho), A Rainha Ginga (José Eduardo Agualusa), Barba Ensopada de Sangue (Daniel Galera), Cláudio e Constantino (Luísa Costa Gomes), Da Família (Valério Romão), Gente Melancolicamente Louca (Teresa Veiga), Hereges (Leonardo Padura), O Sonho Português (Paulo Castilho), Os Memoráveis (Lídia Jorge) e Tudo São Histórias de Amor (Dulce Maria Cardoso).

Também já foram anunciados os vencedores do Prémio Conto Infantil Ilustrado: “A magia de Ahmed” (Escola Básica José Manuel Durão Barroso, Armamar) ficou em primeiro lugar, “A árvore da amizade” (Escola Básica de Lama, Barcelos) em segundo, e “Uma história não acaba, pode nascer outra vez” (Escola EB1 do Areeiro, Coimbra) em terceiro. “Façamos o mundo feliz” (Escola Básica do Vale do Âncora, Vila Praia de Âncora) foi distinguido com uma menção honrosa de texto e “Sebastião. O Lápis Sabichão” (Colégio Paulo VI, Gondomar) e “Maria Trigueirinha” (Escola EB1 de Cadilhe, Amorim, Póvoa de Varzim) com menções honrosas de ilustração.

Gostou? Partilhe este artigo: