Gilmore Girls está de volta: já leste os livros favoritos de Rory Gilmore?

Gilmore Girls está de volta e já sabemos que isto significa novas sugestões de leitura por parte de Rory Gilmore. Aproveita a ocasião para recordar alguns dos livros mais marcantes da série.

A televisão vive neste momento uma fase particularmente nostálgica. Assistimos este ano ao ressurgimento de séries clássicas como Ficheiros Secretos e MacGyver. Em 2017 aguardam-nos novas temporadas de Twin Peaks, Prison Break e talvez até Star Trek. Pelo meio de todos estes revivalismos encontra-se uma nova temporada de Gilmore Girls, quase uma década após o final da série original.

Com sete temporadas transmitidas entre 2000 e 2007, Gilmore Girls acompanha o quotidiano de Lorelai, uma mãe solteira, e Rory Gilmore, a sua filha adolescente, na pequena cidade de Stars Hollow. As duas têm apenas 16 anos de diferença, o que, associado ao espírito jovem da mãe e ao temperamento sóbrio e maduro da filha, resulta numa dinâmica bastante divertida.

O sucesso da série passa também pelas inúmeras referências culturais trocadas entre Lorelai e Rory – estima-se, por exemplo, que tenham sido mencionados 339 livros ao longo das sete temporadas originais. E Rory é a principal culpada disto: é raro vê-la sem um livro nas mãos.

A nova temporada de Gilmore Girls terá apenas quatro episódios – um para cada época do ano – mas esperam-se novas recomendações literárias desta personagem interpretada por Alexis Bledel. Enquanto não as conhecemos, aproveita para recordar alguns dos títulos mais significativos para Rory Gilmore na série original.

“Vivo em dois mundos. Um deles é um mundo de livros. Residi no condado de Yoknapatawpha, de Faulkner; cacei a baleia branca a bordo do Pequod; lutei ao lado de Napoleão; naveguei numa jangada com o Huck e o Jim; cometi absurdismos com Ignatius J. Reilly; viajei num comboio triste com Anna Karénina; e percorri o caminho de Swann.”

Rory Gilmore

As-Aventuras-de-Huckleberry-Finn

As Aventuras de Huckleberry Finn

Mark Twain

É este clássico de Mark Twain, que relata a fuga de um rapaz e um escravo numa jangada pelo Mississípi abaixo, que nos introduz a paixão por livros – e educação – de Rory Gilmore. A cena acontece logo no primeiro episódio de Gilmore Girls. Na escola preparatória, a turma de Rory recebe a tarefa de escrever um relatório sobre esta sequela de As Aventuras de Tom Sawyer. Para espanto das suas colegas, Rory entretém-se realmente a fazê-lo.


campanula-vidro-revista-estante-fnac

A Campânula de Vidro

Sylvia Plath

São várias as referências aos textos de Sylvia Plath ao longo das várias temporadas de Gilmore Girls. Rory admira-a ao ponto de considerar escrever sobre a autora na sua candidatura à universidade. O único romance publicado por Sylvia Plath, um mês antes do seu suicídio, relata várias das suas experiências enquanto se deixa cair em depressão. Lorelai dá a entender, a certa altura na série, que A Câmpanula de Vidro é um livro deprimente. Talvez tenha razão, mas não deixa de ser um dos mais emblemáticos romances americanos do século XX.


anna-karenina-revista-estante-fnac

Anna Karénina

Lev Tolstoi

William Faulkner disse um dia que Anna Karénina era o melhor romance alguma vez escrito. Rory Gilmore parece concordar, pelo menos a avaliar pela insistência com que o entrega a Dean Forester, o seu primeiro namorado, na esperança de que este o leia e aprecie tanto quanto ela. O jovem parece um pouco reticente: diz que é um livro deprimente, longo e… difícil. Mas Rory insiste: “Tolstoi escrevia para as massas. Para o homem comum. É inteiramente falso que se tenha de ser um génio para o ler.”


uivo-outros-poemas-estante-fnac

Uivo e Outros Poemas

Allen Ginsberg

Entre os fãs de Gilmore Girls, serão poucos os que não consideram Jess Mariano o homem ideal para Rory. E isto tem muito a ver com a forma como se conhecem. Jess entra no quarto de Rory e descobre uma cópia desta coleção de poemas de Allan Ginsberg. Decide levá-la “emprestada” sem dizer nada a Rory. Dias depois, entrega-lha repleta de notas. Assim se conquista uma apaixonada por livros.


eva-luna-estante-fnac

Eva Luna

Isabel Allende

A Casa dos Espíritos é tido por muitas pessoas como o melhor livro de Isabel Allende, mas Rory Gilmore tem uma opinião diferente: para ela, não há melhor do que Eva Luna. Originalmente publicada em 1987, é a história de uma órfã de cabelos ruivos com um talento especial para contar estórias, mas também a cronologia de uma região – que tanto se especula que seja o Chile, de onde Allende é natural, como a Venezuela que a autora conheceu durante anos de exílio.


um-quarto-com-vista-estante-fnac

Um Quarto com Vista

E. M. Forster

Na tentativa de animar a mãe numa fase mais complicada, Rory Gilmore mostra-lhe excertos da adaptação cinematográfica deste clássico de 1908 escrito por E. M. Forster. O romance é protagonizado por um grupo de ingleses que visitam Itália, funcionando como uma crítica ao comportamento típico destes. Rory chega a reinterpretar algumas das cenas do enredo, adequando-as a uma viagem que fez à Europa com a avó.


folhas-de-erva-estante-fnac

Folhas de Erva

Walt Whitman

O que também resultou de uma visita dos avós de Rory à Europa foi este valioso presente: uma primeira edição em grego, revestida a couro, desta obra icónica de Walt Whitman. Mais do que uma simples coleção de poemas, o autor dá aqui a conhecer as suas filosofias sobre a vida e sobre o que significa ser humano. É um dos livros essenciais da literatura americana e uma das leituras favoritas de Rory Gilmore.


Por: Tiago Matos

Gostou? Partilhe este artigo: