Elena Ferrante, Jeffrey Archer e Charles Bukowski entre os autores para leres este verão

verao-estante-fnac

Aproveita as férias de verão para pôr a leitura em dia com histórias para todos os gostos: thrillers recheados de ação, romances históricos, livros de espionagem, fantasia e muito mais.

invencao-ocasional

A Invenção Ocasional

Elena Ferrante

Não gosta da ribalta e faz questão de manter a sua identidade em segredo – orgulha-se, aliás, de, em Itália, os títulos dos seus romances serem mais conhecidos do que o seu pseudónimo. E, no entanto, a popularidade de Elena Ferrante tem crescido ao ponto de, em 2016, a (alegada) revelação da sua identidade ter gerado uma enorme polémica e de, em 2017, ter integrado o top 10 dos autores mais vendidos do mundo. A autora da tetralogia de Nápoles cessa agora um interregno de três anos com o lançamento de A Invenção Ocasional, uma compilação das 51 crónicas que escreveu para o The Guardian no último ano.


sabotagem

Sabotagem

Arturo Pérez-Reverte

Depois de Eva nos ter deixado dúvidas relativamente ao destino da espia russa, Sabotagem continua a alimentar o clima pré-Guerra Fria ao encarregar Falcó de desacreditar um herói comunista. Mas esta não é a sua única missão. A sequela de Falcó e Eva completa a trilogia de romances de espionagem situados nos anos 30, protagonizada pela personagem que Arturo Pérez-Reverte construiu com base nas suas memórias, como confessou em entrevista à Estante: “Nos meus 21 anos como repórter de guerra conheci assassinos, torturadores, traficantes de todo o tipo. Alguns foram amigos meus, alguns ainda o são.”


O advogado mafioso

O Advogado Mafioso

John Grisham

“O meu nome é Sebastian Rudd e, embora seja um advogado conhecido, não irão ver o meu nome em painéis publicitários, paragens de autocarro, ou em letras gordas nas páginas amarelas.” Assim que começou a escrever o capítulo inicial de O Advogado Mafioso, recentemente adaptado ao formato de bolso, John Grisham – que se dedicou à literatura depois de ter abandonado a carreira de advogado há 30 anos – já sabia qual seria a cena final. O autor de Tempo de Matar afirma que delinear o enredo de uma história antes de a começar a construir palavra por palavra é o melhor conselho que pode dar a aspirantes a escritores.


O segredo mais bem guardado

O Segredo Mais Bem Guardado

Jeffrey Archer

Ao contrário de John Grisham, Jeffrey Archer é apologista de se deixar levar pela narrativa quando escreve os seus thrillers. Mas ambos os autores são firmes defensores da técnica de escrever apenas sobre aquilo que conhecem. Talvez por isso o terceiro volume da série As Crónicas de Cliftonadaptado agora ao formato de bolso, siga Harry Clifton na tentativa de promover o seu último romance nos Estados Unidos, a campanha eleitoral para a Câmara dos Comuns – à qual Jeffrey Archer pertenceu quando tinha 29 anos – e um negócio de arte (que o autor tem por hábito colecionar) fraudulento.


História dos sete Reinos

História dos Sete Reinos

George R. R. Martin

Depois de ter desmentido os rumores de que já tinha terminado os dois últimos livros de As Crónicas de Gelo e Fogo e de ter confirmado os da adaptação de uma prequela da saga ao pequeno ecrã, George R. R. Martin recua cem anos no tempo nesta reedição de História dos Sete Reinos que compila três contos do Cavaleiro de Westeros e de um escudeiro do reino no auge da dinastia Targaryen. E será que este spin-off esconde pistas para o desfecho da saga? Martin já deixou implícito que a história dos senhores dos dragões pode ter implicações no capítulo final.


O sangue de roma

O Sangue de Roma

Simon Scarrow

Se há coisa que sabemos sobre a História é que se está sempre a repetir. A disputa do Afeganistão – historicamente no meio de duas potências – é semelhante à que os heróis Cato e Macro enfrentam no 17.º volume de A Saga da Águiaque acompanha a tentativa de restituição do antigo rei da Arménia por parte dos romanos depois de o território ser conquistado pelo Império Parta. O confronto entre as duas potências da altura perdurou durante séculos, mas em O Sangue de Roma está a poucos anos de terminar.


Hollywood

Hollywood

Charles Bukowski

Barfly estreou em 1987. Este filme, protagonizado por Mickey Rourke, é uma autobiografia ficcionada do seu próprio guionista, Charles Bukowski, que se faz representar na película pelo alterego Henry Chinaski. Confuso? E se acrescentarmos que Hollywood é o livro em que Bukowski descreve as suas experiências enquanto escrevia o guião de Barfly, fazendo-se uma vez mais representar pelo seu alterego? É um daqueles romances que tens mesmo de ler para crer. E agora está disponível numa edição limitada em capa dura.

 


Flores

Flores

Afonso Cruz

Os prémios literários não são estranhos ao autor de Jesus Cristo Bebia CervejaOs Livros que Devoraram o Meu Pai ou A Boneca de KokoschkaFlores, vencedor do Prémio Literário Fernando Namora, não é exceção. Em entrevista à EstanteAfonso Cruz explicou que o romance tratava “a história de um homem que perde as suas memórias afetivas, aquelas que são mais caras. Tem um vizinho jornalista que decide recuperar essas memórias, entrevistando as pessoas que tiveram contacto com ele”. Esta edição limitada, em capa dura, resiste a qualquer viagem que faças estas férias.


Lá o vento chora

Lá, Onde o Vento Chora

Delia Owens

Bastou Reese Witherspoon ter recomendado Lá, Onde o Vento Chora no seu clube do livro para este romance de Delia Owens se tornar um bestseller no minuto seguinte. A história envolve o assassinato de um jovem e a suspeita de homicídio que recai sobre uma adolescente que desde criança vive sozinha no pantanal. Isolada da sociedade e com animais como seus melhores amigos, uma criança assim nunca poderá ser normal. Ou será que pode?


Amazonia

Amazónia

James Rollins

A Amazónia, que só no mês de julho de 2019 perdeu uma área maior do que a cidade de Londres, tem sido palco de várias expedições científicas ao longo do tempo mas a verdade é que ainda não se lhe conhecem poderes regenerativos. É, por isso, altamente estranho quando um veterano de guerra retorna da floresta tendo recuperado um braço previamente perdido em combate. Uma equipa composta por rangers e cientistas é então enviada para desvendar os segredos que se escondem no pulmão da Terra. Este livro revela-te o que encontraram.

Por: Tatiana Trilho

Gostou? Partilhe este artigo: