Eduardo Lourenço vence Prémio Vasco Graça Moura

O ensaísta Eduardo Lourenço foi, aos 92 anos, distinguido com o primeiro Prémio Vasco Graça Moura dedicado à Cidadania Cultural.

Com o valor de 40 mil euros, o prémio instituído pelo grupo Estoril-Sol em parceria com a editora Babel tem o objetivo de reconhecer uma personalidade portuguesa que, ao longo da carreira e através da sua obra, tenha contribuído para projetar no espaço público a cidadania cultural do país.

Ao anunciar o vencedor, o júri recordou ainda que o falecido Vasco Graça Moura “apreciava a obra e a pessoa de Eduardo Lourenço”.

Gostou? Partilhe este artigo: