Eder: a história do herói que emocionou Portugal

O país entrou em êxtase com o golo que Eder marcou na final do Europeu. Agora a sua história vai ficar para sempre guardada nas páginas de um livro. E não é o único.

O desporto é capaz de despertar em cada um de nós um sentimento de verdadeiro orgulho patriótico. Cada vez que “A Portuguesa” toca ou o verde e vermelho da bandeira se elevam mais alto do que quaisquer outras cores, o país vibra e para para agradecer aos heróis que nos fazem acreditar na grandeza de Portugal.

10 de julho de 2016 passou a ser o dia em que Eder fez de Portugal muito mais do que um país à beira-mar plantado. Levantaram-se as vozes, as gargantas ficaram roucas por gritar bem alto o nome do menino que, depois de um início trágico de vida, soube unir uma nação. Um golo de vitória dedicado a Susana Torres, a sua mental coach, que o retribui agora com um livro sobre a vida daquele em quem ninguém acreditava. Exceto Fernando Santos. E Cristiano Ronaldo.

Mas não é só em Portugal que os desportistas são considerados símbolos nacionais. Um pouco por todo o mundo, as histórias de grandes nomes do desporto foram eternizadas em livros inspiradores. Aqui ficam alguns exemplos de biografias e autobiografias que poderão servir de inspiração para contar a história do mais recente e inesperado herói nacional.


Estrela Solitária – Um Brasileiro Chamado Garrincha

Manuel dos Santos, aquele que todos conhecem por Garrincha, foi um dos mais aclamados futebolistas brasileiros. A forma única e desconcertante como atravessava o campo com a bola nos pés valeu-lhe a alcunha de “o anjo de pernas tortas”. Todos conhecem o mito de Garrincha mas poucos conheceram o homem por trás da lenda. Naquela que é considerada uma das melhores biografias da história do futebol, Ruy Castro revela pormenores surpreendentes que nos fazem olhar para o lado mais trágico e humano deste herói brasileiro.


Pelé – A Minha Vida

Uma autobiografia de um homem que se tornou um mito e se apresenta aqui na sua verdadeira essência. A ascensão da lenda desde o período em que jogava à bola pelas ruas de Minas Gerais até aos momentos de glória que todos conhecemos. O nome Pelé é, por si só, sinónimo de futebol. De bom futebol. Da humildade e modéstia que servem de inspiração a milhares de jogadores de todo o mundo. Aclamado por muitos como “O Rei do Futebol”, usa a sua vida como exemplo para oferecer conselhos únicos sobre a forma honesta de ser uma estrela.


Eusébio

Todos sabem o seu nome: Eusébio da Silva Ferreira. O “Pantera Negra”. Com o sonho de jogar no Benfica, aterrou em Portugal em 1960 e por cá se tornou um ícone. A sua velocidade, técnica e eficácia mudariam para sempre o futebol português. Num país em ditadura e desanimado com o estado da nação, Eusébio conseguiu fazer com que os portugueses voltassem a acreditar no seu Portugal. Pelas palavras de Sónia Louro, ficamos a conhecer a vida além da carreira daquele que se tornou um verdadeiro símbolo e herói nacional.


Memórias de Peyroteo

Tal como Eusébio, também Fernando Peyroteo deixou as antigas colónias para vir brilhar na capital portuguesa. O Sporting era o clube do seu coração e foi nele que protagonizou proezas inéditas, alcançando o estatuto de melhor marcador de sempre do campeonato nacional. Escrito pelo próprio, este livro foi publicado pela primeira vez em 1957. Mais recentemente, numa reedição comemorativa dos 75 anos de estreia do avançado com as cores leoninas, as memórias foram reavivadas através de uma viagem pela vida de um dos cinco violinos do clube de Alvalade.


Undisputed Truth: My Autobiography

Como não é só no futebol que encontramos grandes atletas cujas vidas ficaram para sempre guardadas nas páginas de um livro, passamos para um desporto totalmente diferente. Será que conhece o nome Michael Gerard? Provavelmente não. Mas se lhe falarem em Mike Tyson, com certeza se lembrará de um dos maiores pugilistas de todos os tempos. O norte-americano que com apenas 20 anos se tornou campeão mundial decidiu contar a todos a verdade por trás de uma história de vida carregada de brutalidade.


Michael Jordan: The Life

Continuando do outro lado do Atlântico, outro grande nome que elevou os Estados Unidos ao topo da tabela desportiva foi Michael Jordan. A forma como atravessava o campo com a bola na mão e os magníficos voos que protagonizava fizeram com que fosse aclamado como o melhor basquetebolista de todos os tempos. A sua fama correu o mundo. Mas “Air Jordan”, alcunha que recebeu dos fãs, também tinha um lado negro. Através de conversas com os familiares, os treinadores e o próprio Jordan, Roland Lazenby mostra-nos os vários lados que compõem o jogador, o ícone e o homem.


Ayrton Senna do Brasil

Esta é a biografia de uma das estrelas brasileiras que mais apaixonou os adeptos dos desportos sobre rodas. É impossível esquecer aquele capacete verde e amarelo que teimava em cortar a meta sempre em primeiro lugar. Passado apenas um ano da morte de Ayrton Senna, a publicação deste livro fez reviver as emoções de todos os que acompanharam as suas grandes corridas. Os carros e os motores estiveram sempre presentes, quer na vida, quer na morte do piloto que marcará para sempre a história da Fórmula 1.


Open: A Minha História

E das pistas passamos para os cortes. Andre Agassi é um tenista profissional norte-americano que revolucionou o austero mundo do ténis. As conquistas que alcançou dentro e fora de campo fizeram dele uma das mais controversas mas também mais acarinhadas personalidades desportivas. Ao fim de 20 anos de carreira, o seu adeus aos cortes deixou em lágrimas uma apoteótica multidão que o aplaudia de pé. Escrito pelo próprio, em parceria com o escritor J. R. Moehringer, este livro é mais do que uma autobiografia. É um romance genuíno que fala da paixão de um homem pelo desporto que pratica.

 


Por: Andreia Vaz

Gostou? Partilhe este artigo: