E a palavra do ano é…

“Refugiado”. Numa eleição que contou com mais de 20 mil votos de portugueses através deste site, a Porto Editora anunciou que “refugiado” foi a palavra do ano em 2015, tendo angariado 31% dos votos. À palavra vencedora seguiu-se “terrorismo”, com 17%, e “acolhimento”, com 16%.

A palavra “refugiado” foi incluída na seleção das dez palavras do ano devido ao impacto do êxodo massivo de migrantes com destino à Europa, fruto da situação na zona da Síria, onde vários conflitos armados têm levado à fuga de milhares de pessoas.

Os resultados finais desta edição são:

Refugiado: 31%
Terrorismo: 17%
Acolhimento: 16%
Esquerda: 8%
Drone: 7%
Plafonamento: 6%
Bastão de selfie: 5%
Festivaleiro: 4%
Superalimento: 3%
Privatização: 3%

Gostou? Partilhe este artigo: