Do Sul com amor

literatura-do-sul-dos-estados-unidos-revista-estante

Com um tom muito próprio, motivado pelo seu passado histórico e cultural, o Sul dos Estados Unidos produziu algumas das mais emblemáticas obras da literatura mundial, explorando com frequência temas tão controversos como o racismo e as injustiças sociais.

Ilustração: Richard Câmara


1

Mataram a Cotovia
Harper Lee

Em plena Grande Depressão, um advogado concorda defender em tribunal um homem negro acusado de violar uma jovem branca. O livro de Harper Lee, um dos grandes clássicos da literatura norte-americana, deu-lhe a ganhar um Pulitzer. A recente sequela, Vai e Põe Uma Sentinela, continua a história.


2

Sangue Sábio
Flannery O’Connor

A preponderância da religião na identidade do Sul dos Estados Unidos é o tema central do primeiro romance de Flannery O’Connor, sobre um veterano de guerra que, na esperança de combater o fanatismo religioso de uma comunidade do Tennessee, decide fundar a sua própria religião.


3

Uma Conspiração de Estúpidos
John Kennedy Toole

Rejeitado pelas editoras durante 
anos – ao ponto de levar o autor
 ao suicídio –, este livro é hoje considerado uma das grandes pérolas do humor. No entanto, é também um olhar pragmático e sem medos sobre a cidade de Nova Orleães, a mais populosa do Louisiana, aos olhos do caricato protagonista Ignatius J. Reilly.


4

De Olhos Pousados em Deus
Zora Neale Hurston

Numa das mais marcantes obras da literatura do Sul dos Estados Unidos, Zora Neale Hurston conta a história de vida de uma mulher negra que é abandonada pela mãe e deixada ao cuidado da avó, uma antiga escrava que engravidou do “dono” e que deposita todos os seus esforços na busca de um futuro melhor para a neta.


5

A Estrada do Tabaco
Erskine Caldwell

No pico da Grande Depressão, uma família pobre de Geórgia procura sobreviver às mudanças trazidas pela industrialização com a exploração de campos de algodão e tabaco.


Racismo, pobreza e injustiças sociais são alguns dos temas mais comuns na literatura nascida no Sul dos Estados Unidos.


6

A Vida Secreta das Abelhas
Sue Monk Kidd

Depois de ver a sua criada negra espancada ao tentar fazer valer o recém-conquistado direito de voto, uma adolescente branca decide fugir e refugiar-se com ela numa casa de apicultoras.


7

O Filho
Philipp Meyer

Um homem de 100 anos recorda os principais momentos da sua vida, desde a infância passada entre os índios à formação de um império, numa obra que atravessa várias gerações e que é também – e principalmente – um olhar sobre a história do Texas e dos Estados Unidos.


8

A Balada do Café Triste
Carson McCullers

Numa pequena comunidade da Geórgia, uma mulher é visitada por um anão corcunda que afirma ser seu primo, aguçando a curiosidade dos homens locais e transformando momentaneamente o seu café num dos lugares mais populares da região.


9

O Som e a Fúria
William Faulkner

Naquela que é tida por muitos como
 a sua obra-prima, Faulkner explora a decadência de uma reputada família do Mississippi ao longo de aproximadamente três décadas. O autor, um dos principais criadores da típica literatura sulista, socorre-se da ficção para transmitir a corrupção dos valores da aristocracia de toda uma região.


10

As Aventuras de Huckleberry Finn
Mark Twain

A sequela de As Aventuras de Tom Sawyer é um dos mais perfeitos exemplos da literatura sulista americana, expondo com brutal honestidade as injustiças sociais do século XIX à medida que o rebelde Huckleberry Finn e um escravo chamado Jim fogem para sul do Missouri numa jangada pelo Mississippi.


11

Meridiano de Sangue
Cormac McCarthy

Subvertendo as convenções do western, Cormac McCarthy explora a crueldade da expansão americana na história de um jovem assassino de índios que se depara com um homem ainda mais violento, algures na fronteira entre os Estados Unidos e o México.


Gostou? Partilhe este artigo: