Das páginas para o pequeno ecrã

Algumas das melhores séries televisivas do momento começaram por ser livros. Descubra alguns exemplos.

 

guerra-dos-tronos-estante-fnac


A Guerra dos Tronos

George R. R. Martin

Este é um daqueles casos em que é difícil perceber qual dos formatos é mais popular: os livros ou a série. Foi em 1996 que George R. R. Martin escreveu o primeiro volume de As Crónicas de Gelo e Fogo, uma saga de fantasia inspirada em acontecimentos reais do passado europeu e romances históricos. A adaptação à televisão estreou 15 anos depois pelas mãos de David Benioff e D. B. Weiss. Muito próxima, numa primeira fase, do enredo dos livros, foi a certa altura ganhando vida própria e chega à sexta temporada com uma coleção de 26 Emmys e uma audiência média de 6,88 milhões de espectadores por episódio. Mas os números dos livros também são dignos de respeito: mais de 60 milhões de exemplares vendidos e traduções para mais de 40 línguas. Transmitido em Portugal pelo canal SyFy, a sexta temporada de A Guerra dos Tronos tem início a 24 de abril, antes sequer de George R. R. Martin publicar o sexto de sete volumes previstos para a saga.


mundo-depois-fim-estante-fnac

O Mundo Depois do Fim

Tom Perrotta

O que aconteceria se, de um momento para o outro e sem explicação aparente, desaparecesse 2% da população mundial? Como reagiriam as pessoas deixadas para trás? Como tentariam refazer as suas vidas? É esta a premissa de um original romance pós-apocalíptico de Tom Perrotta, focado numa família que se desmembrou mesmo não tendo perdido ninguém no evento conhecido como “Partida Súbita”. Refletindo a perda de sentido da vida moderna, a história foi adaptada à televisão com o título original The Leftovers por Damon Lindelof, coautor de Lost, e o próprio Tom Perrotta. Assumindo uma liberdade criativa invulgar relativamente a outras séries, a primeira temporada segue ainda assim, de forma mais ou menos fiel, os principais eventos do livro. A segunda, por sua vez, foi concebida de raiz pelos dois escritores. The Leftovers conta com as interpretações de nomes como Justin Theroux, Carrie Coon, Liv Tyler, Ann Dowd e Christopher Eccleston. Em Portugal, é transmitida pelo canal TVSéries. Embora ainda não sejam conhecidas datas, é provável que a terceira (e última) temporada da série arranque no último quadrimestre do ano.


walking-dead-estante-fnac

The Walking Dead

Robert Kirkman

Em outubro de 2003, Robert Kirkman deu início a uma banda desenhada passada num mundo assolado por zombies, onde um grupo liderado pelo antigo xerife Rick Grimes faz os possíveis para sobreviver. Ilustrada por Tony Moore e Charlie Adlard e atualmente no 24.º volume – o 25.º será publicado a 5 de abril –, a banda desenhada recebeu grandes elogios, chegando a ser distinguida por duas vezes com o Prémio Eisner devido à complexidade psicológica da narrativa. Como resultado, em 2007 foi adaptada à televisão. A história da série tem início no mesmo ponto que a banda desenhada, mas os seus caminhos divergem radicalmente a partir daí. Foi, ainda assim, muito bem recebida pela crítica e pelo público – a última temporada foi vista por uma média de 14,4 milhões de espectadores por episódio. Atualmente na sexta temporada, The Walking Dead é exibido em Portugal pela FOX, o mesmo canal que se prepara para transmitir Outcast, também baseada numa banda desenhada de Robert Kirkman.


22-11-63-estante-fnac

22/11/63

Stephen King

Os livros de Stephen King foram adaptados dezenas de vezes à televisão e os resultados têm sido, quanto muito, mistos. Em algumas séries, como Under the Dome, inspirada em A Cúpula, as narrativas são tão diferentes dos originais que se torna difícil reconhecer nelas a qualidade do material que lhes serviu de base. Não parece, contudo, ser o caso de 22/11/63, minissérie de oito episódios baseada no romance homónimo do autor norte-americano. Protagonizada por James Franco e produzida por J. J. Abrams e Stephen King, a história de um professor que volta atrás no tempo na esperança de prevenir o assassinato de John Fitzgerald Kennedy tem recebido elogios desde que estreou nos Estados Unidos, no passado dia 15 de fevereiro. Em Portugal, está para muito breve a transmissão da série pela FOX.


house-of-cards-estante-fnac

House of Cards

Michael Dobbs

Em 1989, um par de anos depois de abandonar o cargo de chefe de gabinete do Partido Conservador do Reino Unido, liderado por Margaret Thatcher, Michael Dobbs dedicou-se à escrita de uma trilogia de thrillers políticos protagonizados pelo manipulador Francis Urquhart. O primeiro destes thrillers, intitulado House of Cards, foi um ano depois adaptado à televisão britânica, numa minissérie de quatro episódios com Ian Richardson no principal papel. Tida pela crítica como uma das melhores séries de sempre do Reino Unido, House of Cards ganhou nova vida mais de 20 anos depois, em 2013, num remake adaptado à realidade dos Estados Unidos. “Francis Urquhart” deu lugar a “Francis Underwood” e Kevin Spacey foi o escolhido para o papel de protagonista. A quarta temporada desta segunda adaptação do livro de Michael Dobbs teve início a 4 de março. Em Portugal, é transmitida pela SIC.


nas-asas-do-tempo-estante-fnac

Nas Asas do Tempo

Diana Gabaldon

Nas Asas do Tempo é o primeiro volume de Outlander, uma saga de romances históricos que são também livros de fantasia. E que, no entanto, têm um tom completamente diferente dos de As Crónicas de Gelo e Fogo. A narrativa tem início em 1945 e é protagonizada por uma ex-enfermeira que está de férias com o marido quando é subitamente transportada para o ano de 1743, onde é confundida com uma prostituta. Esta história bizarra foi distinguida com o prémio RITA de melhor romance em 1991, mas só em 2014 conheceu a adaptação à televisão. Intitulada Outlander, a série inicia a 9 de abril a sua segunda temporada. Em Portugal, é transmitida pelo canal TVSéries.


estirpe-estante-fnac

A Estirpe

Guillermo del Toro e Chuck Hogan

Um avião proveniente de Berlim aterra no aeroporto JFK. No seu interior, uma praga de vampiros que em poucos dias se espalha por toda a ilha de Manhattan. Guillermo del Toro começou por pensar esta premissa com a intenção de desenvolver uma série televisiva, mas não conseguiu encontrar quem apostasse nela, pelo que decidiu antes juntar-se ao escritor Chuck Hogan para a tornar uma série de livros. Depois de A Estirpe (2009), o duo publicou O Ocaso (2010) e, a encerrar a trilogia, A Noite Eterna (2011). Já em 2014, a história é finalmente adaptada à televisão, com o título original de The Strain. Transmitida em Portugal pelo canal FOX, a terceira temporada está agendada para este ano.


Por: Tiago Matos

Gostou? Partilhe este artigo: