C. J. Tudor, María Hesse e David Machado entre as novidades de fevereiro

O ano pode ter começado há pouco tempo, mas os teus autores preferidos já chegaram à FNAC. Fevereiro traz consigo novos romances que não podes perder. Fica a conhecer alguns.

A Coragem de Cilka

Heather Morris

Em 2018, O Tatuador de Auschwitz apresentou-nos a história de um judeu que, apesar dos horrores do Holocausto, conseguiu encontrar o amor num campo de concentração. Heather Morris, a sua autora, chega-nos agora com uma sequela, também baseada em factos verídicos, para contar a história de Cilka, uma adolescente que, depois de Auschwitz, foi enviada para um gulag na Sibéria. Porque esquecer a História nos pode levar a repetir os erros do passado


A Guerra dos Tronos

George R. R. Martin

Se até hoje te tens esquivado à euforia e nunca tentaste ler As Crónicas de Gelo e Fogo, esta belíssima reedição especial dos quatro primeiros livros da saga pode convencer-te a mudar finalmente de ideias. São edições de capa dura, com ilustrações especiais, que deixarão qualquer leitor com vontade de as acrescentar à estante. E olha que ainda vais perfeitamente a tempo de apanhar o fio à meada: afinal, George R. R. Martin ainda tem os dois últimos livros da saga para lançar.


Desafio Zero

Eunice Maia

Já ouviste falar em desperdício zero? Então de certeza que também conheces a Maria Granel, mercearia biológica a granel que é também a primeira zero waste store em Portugal. Eunice Maia, a sua fundadora, apresenta-nos agora, neste livro, várias dicas para a redução do desperdício, tanto dentro como fora de casa, convidando-nos a um consumo mais responsável e ponderado. Depois de o leres, as tuas idas às compras nunca mais serão as mesmas – e ainda bem.


A História de Uma Serva

Margaret Atwood

O mundo aterrador em que as servas, despidas de direitos, vestem a cor do sangue ganha esta nova vida pelas mãos da artista Renée Nault numa edição de capa dura que qualquer fã da história vai adorar. É isso mesmo, A História de uma Serva é agora uma novela gráfica, expandindo de forma surpreendente o mundo criado em 1985 e adaptado à televisão em 2017.


Os Outros

C. J. Tudor

Demorou 10 anos a conseguir publicar a primeira obra, O Homem de Giz, mas desde então tem conquistado o público com os seus thrillers sinistros. O mais recente mantém a intensidade e o mistério dos precursores, acompanhando um homem que passa os dias a conduzir à procura da filha que todos acreditam estar morta. E o pior é que ele tem a certeza de que já a viu pela janela de um carro.


Harry Potter e a Câmara dos Segredos

J. K. Rowling

Atenção, aficionados de Harry Potter: é lançada este mês uma nova edição especial, comemorativa do 20.º aniversário da publicação de Harry Potter e a Câmara dos Segredos em Portugal. Tal como em edições semelhantes no passado, podes escolher entre quatro volumes de cores distintas, representativas de qualquer uma das tuas casas preferidas: Gryffindor, Hufflepuff, Ravenclaw ou Slytherin.


O Prazer

María Hesse

Estudou Educação Especial, mas a mãe desde cedo lhe notou o jeito para a ilustração. Tinha razão e María Hesse provou-o quando ganhou o Prémio da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil do Brasil com Frida Khalo: Uma Biografia. O mais recente livro da ilustradora fala-nos, sem tabus, de sexualidade e do caminho que traçou graças ao exemplo de mulheres como Simone de Beauvoir, Marilyn Monroe ou até da fictícia Daenerys Targaryen.


A Educação dos Gafanhotos

David Machado

Poucos serão aqueles que não têm o sonho de pegar na mochila e fazer uma viagem para celebrar o final do curso e renovar energias antes de entrar na vida adulta. É isso que fazem David e Marco, os protagonistas do novo romance de David Machado, no verão de 2001. Uma viagem pelos Estados Unidos que coincide com o ataque terrorista do 11 de setembro, deixando marcas irreversíveis nos dois recém-formados.


Ganhar Asas e Voar

Melinda Gates

Depois de quase duas décadas à frente da fundação com o seu apelido, Melinda Gates decidiu partilhar com o mundo aquilo que aprendeu sobre a importância das mulheres e os desafios que enfrentou. A sua história pessoal não foi esquecida, assim como o caminho que teve de percorrer para conseguir igualdade no seu próprio casamento. A conclusão parece simples: rebaixar as mulheres está fora de questão.

Por: Inês Pereira

Gostou? Partilhe este artigo: