A caminho da Torre Negra com o Pistoleiro

O herói da mais célebre saga de Stephen King chega em agosto aos cinemas de todo o mundo. Será que já conheces o homem a quem chamam “pistoleiro”?

Dados rápidos

Nome
Roland Deschain
Origem
Gilead
Aparência
Stephen King admite ter-se inspirado na figura de Clint Eastwood – e mais concretamente na sua fase de spaghetti westerns – para criar o seu pistoleiro. Nos livros, Roland é descrito como um homem de aspeto austero, vestido com roupas “da não-cor da chuva e da poeira”.
Primeira aparição
O Pistoleiro (1982)
Última aparição
A Lenda do Vento (2012)
Interpretado no grande ecrã por
Idris Elba

Roland Deschain. É este o nome do homem que caminha, impassível, pelo deserto do seu mundo, munido de um par de armas que é capaz de manejar melhor do que ninguém. Muitos conhecem-no apenas como “o pistoleiro”. É o único sobrevivente de uma longa linhagem de exímios atiradores, quase todos tão austeros e práticos como ele.

Roland esconde um passado atribulado e não é, à primeira vista, um sujeito muito simpático, podendo inclusive parecer indiferente a quaisquer dramas pessoais que o rodeiem. Na base de todas as suas ações está um único objetivo, ou talvez uma obsessão: alcançar a misteriosa Torre Negra. Para lá chegar, deixa-se conduzir pelo que denomina de ka – uma variação equivalente a “destino” – e vai construindo o seu ka-tet, um grupo de pessoas que se veem unidas pela mesma sorte.

Mas o trajeto até à Torre não é assim tão simples: envolve encontros com criaturas sobrenaturais, aterradores comboios inteligentes com um fraquinho por adivinhas e mundos paralelos, incluindo Nova Iorque em períodos temporais distintos.

Composta por oito volumes publicados entre 1982 e 2012, A Torre Negra é a mais emblemática – e audaciosa – saga de Stephen King, que mistura elementos de fantasia, drama, horror e western. O autor começou por se inspirar num poema escrito por Robert Browning em 1855 – “Childe Roland to the Dark Tower Came” – que retira o título de um verso de Rei Lear, de William Shakespeare, e que por sua vez se baseia numa velha balada escocesa. Seguiram-se 30 anos de histórias, com muito experimentalismo à mistura, protagonizadas por este cativante pistoleiro e o seu grupo de amigos. Em agosto, a aventura chega ao grande ecrã. Conseguirá captar a magia do original?

3 livros
essenciais do

Pistoleiro

O Pistoleiro

A primeira frase diz tudo: “O homem de negro fugiu pelo deserto e o pistoleiro foi no seu encalço.” O primeiro volume de A Torre Negra apresenta-nos Roland Deschain em cinco fragmentos da sua vida.

O Feiticeiro e a Bola de Cristal

No quarto volume de A Torre Negra, o conturbado passado do pistoleiro Roland Deschain é explorado em profundidade, através de um longo flashback que serve de interlúdio à narrativa principal.

A Lenda do Vento

O último livro escrito para A Torre Negra situa-se, do ponto de vista cronológico, entre o quarto e o quinto volumes. Em foco está o passado do pistoleiro, explorado dentro do enredo principal.

Outros livros de
A Torre Negra

Por: Tiago Matos

Gostou? Partilhe este artigo: