Rui Zink

Rui Zink

Naturalidade:
Lisboa, Portugal

Data de nascimento:
16 de junho de 1961

Primeiro livro publicado:
Hotel Lusitano (1987)

Rui Barreira Zink nasce em Lisboa, em 1961, e desde cedo orienta o percurso académico e profissional para o mundo das letras.

Na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (FCSH/UNL), começa por concluir, em 1984, uma licenciatura em Estudos Portugueses, com variante de Línguas e Literaturas Modernas; cinco anos depois, termina um mestrado em Cultura e Literatura Popular; e, em 1997, faz um doutoramento em Literatura Portuguesa, apresentando uma tese sobre Banda Desenhada, a primeira sobre o tema em Portugal.

Entretanto, a sua atividade profissional vai evoluindo em dois caminhos distintos: professor e escritor. Por um lado, ensina Português em escolas secundárias, tem uma breve passagem pela Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, como Leitor de Língua Portuguesa, retorna à FCSH/UNL como assistente do departamento (entre 1989 e 1997) e professor auxiliar (entre 1997 e 2007) de Estudos Portugueses, e volta aos Estados Unidos, desta feita para exercer a função de professor convidado na Universidade de Massachusetts Dartmouth.

Publica, em simultâneo, vários livros, movimentando-se em diversos géneros e formatos: romances, novelas e contos de ficção, ensaios, crónicas (são, de resto, regulares as colaborações na imprensa e noutros meios de comunicação), banda desenhada, traduções e livros infantis. Pela obra que vai construindo, é distinguido com o Prémio do Festival de BD de Amadora (por A Arte Suprema, em coautoria com António Jorge Gonçalves), o Prémio de Novelística do PEN Clube Português (por Dádiva Divina, em 2005) e o Prémio Ciranda (por O Destino Turístico, em 2009).

Gostou? Partilhe este artigo:

 

Gostou? Partilhe este artigo: