Bill Gates recomenda 5 livros para leres este verão

bill-gates-livros-verao-revista-estante-fnac

Bill Gates acaba de divulgar as suas habituais sugestões de leitura para os meses de verão. Uma lista bem composta por obras de elevada carga emocional, que estimulam o pensamento e, simultaneamente, são divertidas de ler.

“Tenho lido livros incríveis ultimamente. Quando preparei esta liste de cinco dos quais podes desfrutar este verão, apercebi-me que muitas das minhas escolhas tratam grandes questões. O que motiva um génio? Porque é que coisas más acontecem a boas pessoas? De onde vem a humanidade e para onde caminhamos?”

Se estás à procura de bons livros para te fazerem companhia nos próximos meses, o fundador da Microsoft garante que não ficarás desiludido com nenhum destes. E, para te ajudar a conhecê-los, divulgou um breve video protagonizado por… amigos de quatro patas.

  • Leonardo da Vinci (Walter Isaacson)
    “Acho que o Leonardo foi uma das pessoas mais fascinantes de sempre. (…) Isaacson faz o melhor trabalho que já vi de juntar diferentes fragmentos da vida do Leonardo e explicar o que o tornava tão excepcional. Um ótimo seguimento das grandes biografias de Isaacson sobre Albert Einstein e Steve Jobs.”
  • Everything Happens for a Reason and Other Lies I’ve Loved (Kate Bowler)
    “Quando Bowler, professora na Duke Divinity School, é diagnosticada com cancro do cólon em estágio IV, decide perceber porque é que isso lhe aconteceu. Será um teste ao seu carácter? O resultado é um livro de memórias devastador e surpreendentemente divertido sobre fé e a aceitação da nossa própria mortalidade.”
  • Lincoln no Bardo (George Saunders)
    “Pensei que sabia tudo o que havia para saber sobre Abraham Lincoln, mas este romance fez-me repensar partes da sua vida. (…) É um daqueles livros fascinantes e ambíguos que vais querer debater com um amigo depois de o acabares.”
  • Factfulness (Hans Rosling)
    “Tenho andado a recomendar este livro desde o dia em que foi publicado. Hans, o brilhante conferencista sobre saúde mundial que morreu no ano passado, dá-nos uma forma deslumbrante de compreender verdades básicas sobre o mundo. (…) E vai narrando anedotas inesquecíveis da sua própria vida. É a palavra final de um homem brilhante, e um dos melhores livros que alguma vez li.”

Captura de ecrã 2018-06-11, às 10.28.57

 

Gostou? Partilhe este artigo: