Faz as malas: partimos hoje para a Rússia

russia-revista-estante-fnac

Escolher um destino de viagem é sempre uma tarefa difícil, mas a Estante facilita-te a vida e, desta vez, leva-te até à Rússia para mais uma viagem literária. Tudo a postos?

A Rússia sempre fez correr muita tinta pelo mundo fora. Este país que já foi um império, que já encabeçou a União Soviética e transformou a geografia mundial com líderes como Lenine ou Estaline, pode orgulhar-se de uma longa tradição de excelência nas artes e ciências e anda, por estes dias, nas bocas do mundo por ser palco da Taça das Confederações.

Seguindo a lógica do brinquedo tradicional russo, as Matrioscas, vamos fazer uma viagem para descobrirmos o que a Rússia esconde dentro de si. Estás preparado? Vamos para a primeira estação.

 

 

Guerra-e-Paz-Vol-1

Um autor

Lev Tolstói

A nossa primeira paragem é Tula, cidade onde, em 1828, Lev Tolstói – também conhecido no Ocidente como Leo Tolstói – nasce. Cresceu no seio de uma família nobre e morreu como um dos grandes mestres da literatura russa, mas as suas vivências fizeram-no sempre voltar-se contra o governo e a igreja. O autor viveu uma vida simples, dedicada a defender as classes mais pobres, em oposição às classes privilegiadas, lutando pelo bem da educação popular.

Já sabemos, também, que Tolstói foi um homem dedicado à cultura e deixou-nos uma herança riquíssima nesta área. Provas disso são as obras que publicou: Guerra e Paz e Anna Karenina são os livros mais famosos do autor. Já Infância, Adolescência e Juventude consiste na junção de três narrativas que imortalizam as experiências do autor ao longo da sua vida – uma sugestão que tem tanto de autobiografia como de ficção.

 

Crime-e-Castigo

Um livro de ficção

Crime e Castigo

Chegamos agora a São Petersburgo, cidade que serve de pano de fundo ao romance Crime e Castigo, do escritor russo Fiódor Dostoiévski, publicado em 1866. Com o intuito de mostrar que a humanidade se divide entre criaturas superiores e inferiores, Rodion Românovitch Raskólnikov, ex-estudante de direito, comete um assassinato em São Petersburgo. Porém, a culpa não o deixa descansar e seguir normalmente com a sua vida. Este é um romance que alia a religião ao existencialismo e que, à semelhança de outras obras de Fiódor Dostoiévski, inspirou o pensamento de filósofos, sociólogos e psicólogos.

Contos-de-Sao-Petersburgo

Um livro de contos

Contos de São Petersburgo

Se quiseres conhecer outra faceta de São Petersburgo, aproveita para ler um livro composto por cinco histórias distintas. Contos de São Petersburgo é da autoria de Nikolai Gógol, que nos presenteia com uma escrita cuidada, mas descontraída e divertida. A sátira é imprescindível nas obras de Gógol, o que as torna intemporais. É um livro recomendado pelo Plano Nacional de Leitura e, agora, também por nós.

 

 

Cadernos

Uma dança 

Cadernos

A dança é outra arte em que a Rússia se destaca. Não é por acaso que os seus bailados são dos mais conceituados do mundo. Esta é mais uma razão para visitarmos São Petersburgo, cidade onde um dos mais importantes bailarinos desse país, Vaslav Nijinski, começou a dançar.

Nijinski foi também um aclamado coreógrafo do século XIX e XX. Começou os seus estudos na área da dança com apenas 10 anos e, a partir daí, teve uma carreira cheia de sucessos. Para os críticos, Nijinski tinha uma técnica de dança extraordinária, sendo considerado por muitos o “deus da dança”. Morreu em 1950, mas deixou ao mundo um conjunto de manuscritos do seu diário: Cadernos. Um livro que nos permite entrar na mente brilhante e atormentada deste grande bailarino.

 

O-Fantasma-de-Estaline

Uma inspiração

O Fantasma de Estaline

A nossa próxima paragem é Moscovo, capital da Rússia, onde podemos encontrar a Catedral de São Basílio, um dos símbolos arquitetónicos russos. Também é em Moscovo que se desenrola o romance policial do autor norte americano Martin Cruz Smith. Um livro que tem como inspiração uma das figuras políticas mais importantes da Segunda Guerra Mundial. Neste thriller, o fantasma de Estaline aparece numa estação de metro em Moscovo, algo que leva à intervenção de dois detetives para averiguar as alegadas visões. Só que nada é o que parece nesta história, que é também uma grande evocação da nova Rússia emergente.

 

Ruia-Lonely-Planet-Travel-Guide

Um destino

Russia Lonely Planet Travel

Sabendo que a Rússia é o maior país do mundo, vais precisar de um bom guia para não perderes as maravilhas deste país. O Russia Lonely Planet Travel vai ser o teu maior companheiro nesta viagem. Não te esqueças dele em casa!

A nossa viagem literária chega ao fim. No entanto, deixamos-te um desafio: viaja até à Rússia e descobre por ti próprio a cultura que inspirou todos os autores e livros que te recomendámos. Boa viagem!


Por: Ana Catarina Pinto

Gostou? Partilhe este artigo: