Arundhati Roy lança o segundo romance ao fim de 20 anos

Arundhati Roy

Uma história contada em três gerações bastou para que Arundhati Roy rompesse fronteiras e vendesse mais de oito milhões de livros em todo o mundo. Estávamos em 1997. Agora, 20 anos após o aclamado O Deus das Pequenas Coisas, a autora indiana regressa à ficção com The Ministry of Utmost Happiness, que será lançado mundialmente em junho de 2017.

A primeira obra de Roy, que só em Portugal vendeu 80 mil cópias, tornou-a na primeira escritora de nacionalidade indiana a receber o conceituado Booker Prize – prémio entregue anualmente ao melhor livro escrito em inglês e publicado no Reino Unido.

Seguiram-se duas décadas de ensaios e reflexões sobre política e cultura contemporâneas, assim como ações ativistas contra globalização, proliferação de armas nucleares e industrialização. Nesse âmbito, a escritora recebeu o galardão de Woman of Peace, em 2003, nos Global Exchange Human Rights Awards, e o Sidney Peace Prize, no ano seguinte, pelos seus esforços contra a violência.

Muito pouco se sabe sobre o novo romance. Espera-se apenas que, à semelhança do primeiro, toque no tema do comunismo, já que Arundhati se inspirou nos seus encontros com maoístas – seguidores do pensamento do líder chinês Mao Tsé-Tung – na Índia. A publicação, em Portugal, será assegurada pela editora Asa.

Gostou? Partilhe este artigo: