A ler: História das Terras e dos Lugares Lendários


Um livro para…

Apreciadores de folclore literário, mitologia e livros de viagens.

Primeiras frases

“Em várias mitologias, a Terra assume formas poéticas, não raro antropomórficas, como a Gaia grega. Segundo uma lenda oriental, a Terra equilibrava-se no dorso de uma baleia, sustentada, por sua vez, por um touro com as patas apoiadas numa rocha, sustentando-se esta na poeira, sob a qual ninguém sabia o que havia, senão o mar do infinito. Noutras versões, a Terra equilibrava-se sobre a carapaça de uma tartaruga.”

Se gostou deste livro, é provável que também goste de…

Dicionário de Lugares Imaginários
(Alberto Manguel e Gianni Guadalupi)

As Cidades Invisíveis (Italo Calvino)

Enciclopédia da Estória Universal (Afonso Cruz)


O enciclopédico saber literário de Umberto Eco está em evidência num livro ilustrado que explora os locais que os livros tornaram reais.

História das Terras e dos Lugares Lendários funciona como uma espécie de guia turístico. Umberto Eco lista alguns dos espaços – reais ou não – mais emblemáticos da literatura e incentiva os leitores a viajar por alguns dos livros mais icónicos de sempre.

O livro

São terras, castelos, países, ilhas e continentes. Inventados de raiz ou inspirados em sítios reais. História das Terras e dos Lugares Lendários lista alguns dos locais que a literatura transformou em crenças, passando por espaços tão distintos como a ilha de Robinson Crusoé (que existiu realmente), o castelo de Drácula (que foi baseado no do verdadeiro Vlad Tepes) ou a casa de Sherlock Holmes em Baker Street (que acabou por ser construída a partir das obras de ficção).

O livro está dividido em 15 capítulos que cobrem, entre outros, as terras da Bíblia, os lugares mitológicos, os espaços por onde o Graal migrou e os vários paraísos e utopias da Terra. No início de cada capítulo há uma exposição do tema, repleta de referências a autores e livros; passa-se depois para breves excertos descritivos dos textos originais. O objetivo, explicado no prefácio, é o de recordar locais em torno dos quais os livros ajudaram a criar mitologias.

O autor

Umberto Eco é um dos mais célebres romancistas e ensaístas italianos. Perito no campo da semiótica e profundo conhecedor da época medieval, começou por explorar estes temas no seu primeiro romance, O Nome da Rosa. Desenvolveu-os posteriormente, assim como a outros temas, não apenas na sua ficção mas numa série de ensaios. Autor de obras como O Cemitério de Praga e Número Zero, evidencia em História das Terras e dos Lugares Lendários outra das suas principais paixões: o estudo da literatura.

O gancho

Umberto Eco é um grande conhecedor de literatura, e embora predominem os clássicos na sua seleção de terras e lugares, o livro compreende uma enorme variedade de autores e géneros. São referidas obras de nomes tão diversos como Aristóteles, Thomas More, Edgar Allan Poe e Jorge Luis Borges. Mas o que verdadeiramente distingue este livro é a inclusão de mais de 300 ilustrações a cores, que incluem mapas, pinturas e fotografias, para ajudar a melhor imaginar os sítios destacados e perceber de que forma influenciaram outros artistas ao longo dos anos.

Gostou? Partilhe este artigo: