8 livros que não imaginas que estão no Plano Nacional de Leitura

plano-nacional-leitura-revista-estante-fnac

Achas que o Plano Nacional de Leitura é exclusivamente composto por livros aborrecidos e com teias de aranha? Apresentamos-te alguns exemplos que te vão fazer esquecer de vez essa ideia.


Fangirl

Fangirl

Rainbow Rowell

Foi uma das novidades introduzidas no Plano Nacional de Leitura em 2017. Este romance sobre Cath e Wren, duas irmãs gémeas que se começam a afastar após a entrada na universidade, nasceu num desafio do NaNoWriMo e é agora recomendado para estudantes do terceiro ciclo na sua versão original, em inglês, para leitura autónoma ou orientada.


If-I-Stay

If I Stay

Gayle Forman

Mais um livro incluído no Plano Nacional de Leitura em 2017, e igualmente recomendado na sua versão original, em inglês, embora também exista a tradução para português. É a história de uma adolescente que fica em coma, algures entre o mundo dos vivos e dos mortos, após um grave acidente que vitima toda a sua família. Recomendado para estudantes do ensino secundário e adultos em formação.


Persepolis

Persépolis

Marjane Satrapi

Sugestão de leitura para estudantes do ensino secundário, de acordo com o Plano Nacional de Leitura, esta novela gráfica que é também uma autobiografia em duas partes foi escrita e ilustrada por Marjane Satrapi e relata a infância e adolescência da autora iraniana. Particularmente a forma como viveu as mudanças políticas e sociais no seu país de origem.


Orgulho-e-Preconceito

Orgulho e Preconceito

Jane Austen

Originalmente publicado em 1813 e berço de duas das mais emblemáticas personagens da literatura – Elizabeth Bennett e Mr. Darcy –, este romance de Jane Austen é um dos clássicos da autora inglesa que se encontram recomendados no Plano Nacional de Leitura, mais concretamente nas sugestões de leitura para alunos do ensino secundário. Vale a pena.


O-Cao-dos-Baskervilles

O Cão dos Baskervilles

Arthur Conan Doyle

Sherlock Holmes é um personagem que dispensa apresentações, pelo que embora não associemos habitualmente ficção policial ao Plano Nacional de Leitura, não há dúvida de que merece o seu lugar na lista de sugestões para a formação de adultos. Nesta que é uma das suas maiores aventuras, Holmes investiga a lenda de um cão diabólico, que lança fogo pelos olhos e pela boca. Será verdade?


1984

1984

George Orwell

A distopia de todas as distopias. A origem do Grande Irmão. A obra-prima de George Orwell. Ou, pelo menos, uma forte candidata a este título, já que também existe A Quinta dos Animais. 1984 deixou uma marca indelével no mundo. E permanece atual, tantos anos após a publicação original. Não se estranha, por isso, que a sua leitura seja recomendada para os alunos do ensino secundário, de acordo com o Plano Nacional de Leitura.


Alice-s-Adventures-in-Wonderland

Alice’s Adventures in Wonderland

Lewis Carroll

Embora continue a ser visto por muitos como um livro infantil, Alice no País das Maravilhas mantém tantos segredos e um tal surrealismo que também faz parte das preferências de muitos adultos. O Plano Nacional de Leitura recomenda a sua leitura na versão original, em inglês, tanto para alunos do ensino secundário como para a formação de adultos.


Eu-Sou-Malala

Eu Sou Malala

Malala Yousafzai e Patricia McCormick

Este é apenas um de três livros – Eu, Malala e A Admirável Aventura de Malala Contada aos Jovens são os outros – centrados na vida de Malala Yousafzai, a jovem ativista oriunda do Paquistão, que foram incluídos no Plano Nacional de Leitura em 2017. A história da mais jovem laureada com o Nobel da Paz é recomendada para alunos do 9.º ano em leitura orientada na sala de aula.


Por: Tiago Matos

Gostou? Partilhe este artigo: