5 emigrantes inspiradores do mundo dos livros

emigrantes-revista-estante-fnac

De tenra ou avançada idade. De noite ou de dia. De barco, de carro ou de avião. Todos os emigrantes levam no peito a saudade de uma terra que os vê partir. As razões que os levam a sair são diversas, mas todos têm algo em comum: deixaram as suas casas, as famílias e os amigos em busca de uma vida melhor. Porque ser emigrante também significa ter milhares de histórias para contar, damos-te a conhecer alguns dos mais inspiradores da literatura.


Brooklyn

Brooklyn

Em Brooklyn, começa uma nova vida para Eilis Lacey. Vai para Nova Iorque a partir de uma pequena vila, na Irlanda. Na procura de emprego, e enquanto não encontra um novo amor, sofre longe da família e dos amigos, num ambiente que lhe é completamente diferente. Obra de Colm Tóibín, publicada em 2009, Brooklyn foi galardoada com o prémio Costa para melhor romance. Mais tarde, em 2015, foi adaptada ao cinema, num filme nomeado para três Óscares.


swing-time

Swing Time

Esta história escrita por Zadie Smith, situada em Londres na década de 1980, tem como figuras centrais duas amigas de infância, ambas de raça mestiça, com uma paixão em comum: a dança. É uma narrativa que viaja entre Londres, Estados Unidos e África, levantando questões sobre pertença – não apenas geográfica ou racial, mas a pertença numa família, num grupo de amigos e numa comunidade. É um dos 13 livros nomeados para o prémio Man Booker em 2017, um dos mais conceituados no mundo literário.


Americanah

Americanah

De Nigéria para Londres e Estados Unidos, emigra a história de amor de Ifemelu e Obinze, dois universitários que se veem forçados a abandonar a Nigéria devido à ditadura. Ifemelu muda-se para os Estados Unidos e Obinze acaba por escolher a Inglaterra como destino. A partir daqui os caminhos bifurcam-se. Enquanto, em Londres, Obinze se torna um imigrante ilegal, nos Estados Unidos Ifemelu sente na pele o preconceito de ser negra, o que a leva a criar um blogue onde aborda questões raciais na América. Esta ficção de Chimamanda Ngozi Adichie é baseada na realidade vivida por milhares de emigrantes.


The-Brief-Wondrous-Life-of-Oscar-Wao

The Brief Wondrous Life of Oscar Wao

Com este livro, Junot Diaz foi distinguido com um dos mais importantes prémios literários: o Pulitzer de ficção. A história é protagonizada por Oscar de León, um rapaz dominicano com excesso de peso, que cresce em Nova Jérsia, nos Estados Unidos. Para Oscar, que tem o desejo de ser bem-sucedido com as mulheres e o medo de vir a morrer virgem, as coisas não são nada fáceis no país que acolheu a sua família. O livro leva-nos numa viagem entre Estados Unidos e República Dominicana, na perspetiva dos imigrantes em solo americano.


the-spirit-catches-you-and-you-fall-down

The Spirit Catches You and You Fall Down

Escrito em 1997 por Anne Fadiman, este livro narra as lutas de uma família de refugiados Hmong. Tudo começa quando Lia Lee é diagnosticada com epilepsia, resultando num conflito cultural, entre a sua conservadora família e os médicos, que condiciona o tratamento. A recusa dos pais em permitir a administração de certos medicamentos e a incapacidade dos médicos em criarem mais empatia com o estilo de vida tradicional dos Hmong faz da intolerância o tema central deste livro.


Por: Ana Catarina Pinto

Gostou? Partilhe este artigo: