Pedro Reisinho: “Na literatura Young Adult pouco ou nada é tabu”

Pedro Reisinho, diretor editorial da Zero a Oito, explica o que o levou a apostar em literatura Young Adult e revela os planos da chancela IN para o futuro.

O que tem a literatura Young Adult de fascinante?

Alguns estudos realizados nos Estados Unidos mostram que mais de metade dos leitores de Young Adult são adultos com mais de 35 anos, o que demonstra a abrangência deste género literário. Mas é mais do que isso, é um género que permite aos autores inovar, não estarem presos a condicionantes da literatura dita para adultos. No Young Adult podemos abordar todos os temas, todos os problemas, e pouco ou nada é tabu.

Como editor, foi um dos precursores do lançamento de literatura Young Adult em Portugal. O que o fez acreditar nesta literatura?

Antes de ser editor de Young Adult já era um leitor deste género. Apesar de ser algo recente enquanto categoria em Portugal, é algo que já tem décadas nos Estados Unidos e em Inglaterra. Autores como Judy Blume publicam desde 1970, e há quem considere que À Espera no Centeio …foi o primeiro romance verdadeiramente Young Adult. Para mim, o …facto de ser um género em constante mudança e que todos os anos se reinventa é mais um atrativo. Podem dizer o que quiserem sobre o Young Adult, mas se disserem que é monótono estão a mentir. Todos os anos aparecem novos autores e leitores.

Acredita que o mercado da literatura Young Adult ainda tem margem de crescimento em Portugal?

Acho que sim, é um mercado ainda por criar. Muitas das editoras que publicam Young Adult em Portugal não di…ferenciam esses livros dos romances para adultos. A Zero a Oito, através da sua chancela IN, pretende estar na linha da …frente do Young Adult em Portugal. Vamos investir em livros que f…azem a di…ferença, em temas que não serão por vezes f…áceis mas sobre os quais é necessário escrever, publicar e …falar. Queremos que os leitores saibam que um livro da IN vai …ficar com eles muito depois de o terem acabado de ler.


Gostou? Partilhe este artigo: