15 clássicos da literatura resumidos numa frase

classicos-literatura-resumidos-numa-frase-revista-estante-fnac

Pedimos a três livreiras da FNAC que descrevessem alguns dos maiores clássicos da literatura numa só frase – e sem spoilers!

DANIELA DE CASTRO
Livreira na FNAC Guimarães

Macbeth

William Shakespeare

“O ‘génio supremo’ entrega o fio às parcas para que nos guiem até ao Inferno, ao abismo a que pode chegar o Homem.”

1606


Crime e Castigo

Fiódor Dostoiévski

“O autor convida-nos a assistir a um jogo: Raskólnikov começa-o, nós assistimos, ele define uma estratégia, recorre a vocativos para a justificar, deseja que o jogo termine, quer veementemente a internação.”

1886


Os Maias

Eça de Queirós

“O visionário Eça oferece-nos Portugal do século XXI com parcialidade jornalística, ignorância e superficialidade das classes dirigentes, desejo absurdo de imitar tudo o que é estrangeiro, diletantismo que desperta paixões avassaladoras e volve em caos.”

1888


Mataram a Cotovia

Harper Lee

“A pequena e irónica Scout dá-nos a conhecer a sua vida e a dos que a rodeiam numa América pouco longínqua, onde a cor ainda tem preponderância.”

1960


A Campânula de Vidro

Sylvia Plath

“Sylvia começa com laivos de perfeição e termina com sombra e tormento: há um olhar profundo para dentro, não consente a dúvida, tudo foi sentido e vivido com pulso até ao âmago da alma.”

1963

LILIANA SILVA
Livreira na FNAC Vila Real

O Monte dos Vendavais

Emily Brontë

“Uma das grandes obras-primas da literatura inglesa, uma narrativa crua e poderosa sobre a paixão de Heathcliff e Catherine, que mudará tragicamente o destino de todos aqueles que os rodeiam.”

1847


O Retrato de Dorian Gray

Oscar Wilde

“Dorian é imortalizado num retrato pelo pintor Basil Hallward; enquanto se torna num hedonista cego pela efemeridade da sua beleza, o retrato vai envelhecendo, refletindo a degradação da sua alma.”

1890


O Principezinho

Antoine de Saint-Exupéry

“Uma parábola que expõe a importância das coisas simples da vida através do encontro entre um piloto de aviões que se despenha no deserto do Sara e o pequeno príncipe do asteroide B612.”

1943


O Deus das Moscas

William Golding

“Após a queda de um avião, os únicos sobreviventes, um grupo de rapazes, ficam presos numa ilha isolada onde, sem adultos nem regras, a luta pelo poder revela a verdadeira natureza das crianças.”

1954


Pela Estrada Fora

Jack Kerouac

“O diário de viagem de um jovem escritor que decide percorrer os Estados Unidos de carro com um amigo, uma mochila às costas e uns trocos no bolso numa aventura sexual, intelectual e espiritual.”

1957

SÓNIA VENÂNCIO
Livreira na FNAC Cascais

A Metamorfose

Franz Kafka

“Gregor transforma-se num enorme inseto que horroriza toda a sua família, mudança física que traz inúmeros condicionantes ao modo como esta se relaciona.”

1915


Admirável Mundo Novo

Aldous Huxley

“A descrição de uma sociedade em que cada ser humano é considerado uma ‘peça’ de uma enorme máquina.”

1932


Capitães da Areia

Jorge Amado

“A história de Pedro Bala, João Grande, Sem Pernas e muitos mais, meninos guerreiros que vão tentar sobreviver o melhor que sabem.”

1937


O Estrangeiro

Albert Camus

“Meursault é um personagem para quem tudo é indiferente: a morte da sua própria mãe e até o ato de matar alguém.”

1942


Cem Anos de Solidão

Gabriel García Márquez

“Uma espantosa viagem no seio de uma família proveniente de Macondo.”

1967

Gostou? Partilhe este artigo: