10 livros sobre a Primeira República Portuguesa

A Primeira República foi um dos períodos mais conturbados da História de Portugal. Saiba quais foram as convicções e os motivos que levaram os republicanos a instaurá-la.

 

 


As Caricaturas da Primeira República

Osvaldo Macedo de Sousa

Tinta da China

Já lá vão 115 anos desde a instauração da Primeira República Portuguesa. Por altura do seu centenário, Osvaldo Macedo de Sousa reuniu um conjunto de caricaturas alusivas a este período áureo da História nacional. A liberdade de expressão, a sátira e o exagero fazem da caricatura o instrumento mais conveniente para retratar a vida política, social e cultural de uma nação. Um visão crítica mas bem humorada das personalidades que marcaram os 16 anos da República. As lutas partidárias, os governos intermináveis e a luta pelo poder que dominou o arranque do século XX.


 

Os Cartazes na Primeira República

Maria Alice Samara e Tiago Baptista

Tinta da China

Desta vez, são os cartazes os grandes protagonistas. Principalmente os que fizeram furor durante a Primeira República, numa coleção que reúne as ilustrações que marcaram a nação. A sua função de extravasar o contexto escrito recorrendo à imagem foi importante numa altura em que a população era maioritariamente analfabeta. Num período fértil em confrontos e movimentos oposicionistas, a população foi informada sobretudo através destes cartazes. Hoje historicamente valiosos, enriquecem o nosso conhecimento sobre um dos períodos mais voláteis da História de Portugal.


 

A Missão da República

Hugo Gonçalves Dores

Edições 70

Após a instauração da República, a pressão diplomática dos estados internacionais e da Santa Sé acentuou-se em relação à estratégia colonial portuguesa em África. Estado e Igreja viram as suas esferas de influência ameaçadas e foram obrigados a definir um equilíbrio para alcançar as suas estratégias. Hugo Gonçalves Dores aborda as diferentes questões em torno da missão da Igreja pelos territórios ultramarinos durante a Primeira República e a controvérsia da presença de congregações religiosas católicas e de sociedades missionárias protestantes nas colónias portuguesas.


 

A Maçonaria e a Implantação da República Portuguesa

Pedro Brandão e António Chaves Fidalgo

Casa das Letras

A maçonaria foi a principal responsável pela queda da monarquia da Casa de Bragança. Uma sociedade secreta que mudou o destino de uma nação para sempre. Numa Europa de monarquias, importa compreender as convicções do “doce” e “pacato” Portugal do primeiro decénio do século XX. Pedro Brandão e António Fidalgo debruçam-se sobre a emergência do regime republicano em alterar o panorama político português, um regime onde a maçonaria, a carbonária e o diretório do Partido Republicano coordenaram o movimento insurrecional que culminou na Proclamação da Primeira República Portuguesa.


 

Os Postais da Primeira República

António Ventura

Tinta da China

O lado colorido da Primeira República é assinalado por António Ventura numa coleção de postais alusivos ao período revolucionário da Primeira República. E como nem sempre a história deve ser contada por palavras, esta amostra representativa permite ao leitor revisitar num universo colorido o que foi o período republicano das primeiras décadas do século XX.


 

A Primeira República Portuguesa

A. H. Oliveira Marques

Texto Editores

António Henrique de Oliveira Marques releva os bastidores e as conjunturas menos conhecidas da Primeira República num resumo despretensioso, de auxilio a miúdos e graúdos que queiram compreender o período revolucionário que marcou as primeiras décadas do século XX em Portugal. Recomendada para jovens leitores, a obra está inserida no Plano Nacional de Leitura.


 

A Crise da República e a Ditadura Militar

Luís Bigotte de Sousa

Sextante Editora

Os contornos políticos e sociais da Primeira República terminaram 16 anos depois da sua instauração. Luís Bigotte de Sousa reúne o contexto histórico, político e social de um período minado por ideologias e conflitos pelo poder. O Golpe Militar de 1926 foi o primeiro grande abalo a uma República que não aguentou o ataque da ditadura militar, mais tarde Estado Novo. Uma obra extensa que ajuda o leitor a perceber o que motivou as transições da monarquia para a república e, consequentemente, para a ditadura militar.


 

O Caminho dos Presidentes da República

Sérgio Luís de Carvalho

Planeta Editora

Os presidentes, desde a implantação da República até à atualidade. Manuel de Arriaga, Sidónio Pais, Óscar Carmona, Francisco Craveiro Lopes, António Ramalho Eanes, Jorge Sampaio. As histórias, os factos e as curiosidade dos 19 Presidentes da República, numa obra recomendada para os leitores mais jovens.


 

A I República na Génese da Banda Desenhada e no Olhar do Século XXI

AA. VV.

INCM – Imprensa Nacional Casa da Moeda

Mais um exemplo de como os desenhos também contam histórias. Por altura do centenário da República, a Imprensa Nacional Casa da Moeda reuniu os desenhos e as publicações dos artistas que estiveram na génese da banda desenhada em Portugal nas décadas de 1910 e 1920. Obras de arte, hoje em frágil estado de conservação, mas que se materializam e chegam ao leitor nesta edição ilustrada.


 

Nobre Povo

Jaime Nogueira Pinto

A Esfera dos Livros

Este podia ser mais um livro sobre a República Portuguesa, mas não é. É a crónica sobre os líderes, os populares e os idealistas que marcaram um dos períodos mais agitados da História nacional. Um tempo de costumes pouco brandos característico do Portugal de há 100 anos. A história de 16 anos de República traduzidos em sete parlamentos, oito presidentes, 45 governos e 40 chefias de estado. Um capítulo encerrado numa manhã de maio de 1926.

 


Por: Pedro Venâncio

Gostou? Partilhe este artigo: