10 clássicos de literatura em banda desenhada

banda-desenhada-revista-estante-fnac

Jane Austen, Oscar Wilde e Fiódor Dostoiévski são apenas alguns dos autores recentemente transpostos para o mundo da banda desenhada através de títulos que reimaginam visualmente os seus principais clássicos. Será que já os conheces a todos?


A-Game-of-Thrones-Vol-1

A Game of Thrones: The Graphic Novel – Vol. 1

George R. R. Martin
Adaptação: Daniel Abraham e Tommy Patterson

É uma das mais populares sagas de fantasia de todos os tempos, uma das mais populares séries televisivas do século e, agora, também uma banda desenhada que condensa a complexa narrativa criada por George R. R. Martin e a apresenta através de ilustrações a cores, seguindo com rigor a atmosfera do título original. Se ainda não te deixaste arrebatar por Westeros, pode ser o livro certo para te conquistar.


Pride-and-Prejudice

Pride & Prejudice

Jane Austen
Adaptação: Laurence Sach e Rajesh Nagulakonda

Jane Austen estaria certamente muito longe de imaginar que o seu mais celebrado romance, originalmente publicado em 1813, viria um dia a tornar-se uma bela banda desenhada. A adaptação da história de amor vivida entre a orgulhosa Elizabeth Bennet e o preconceituoso Mr. Darcy é bastante fiel ao texto que lhe serve de base, chegando a utilizar muitas das frases originais da autora inglesa.


Manga-Classics-Jane-Eyre

Jane Eyre

Charlotte Brontë
Adaptação: Stacy King, Crystal S. Chan e SunNeko Lee

Esta é a história de uma jovem órfã, que ultrapassa uma infância complicada para se tornar uma mulher independente, de convicções fortes. Até que se apaixona por um homem, o seu patrão, situação que a coloca num dilema moral. A narrativa encontra-se agora transposta para o bem característico estilo manga, mantendo contudo as complexidades do idioma de escrita original.


The-Picture-of-Dorian-Gray

The Picture of Dorian Gray

Oscar Wilde
Adaptação: Ian Edginton e I. N. J. Culbard

A história de um suposto acordo com o Diabo e de três homens que Oscar Wilde considerava reflexos distintos de si próprio – “Basil Hallward é o que acho que sou; Lord Henry é o que o mundo acha de mim; e Dorian é o que eu gostaria de ser, talvez numa outra época” – surge-nos resumida e reinterpretada por Ian Edginton e I. N. J. Culbard nesta novela gráfica com um estilo abstrato bastante distinto.


The-Odyssey

The Odyssey

Homero
Adaptação: Gareth Hinds

O poema épico de Homero, continuação de Ilíada, sobre o herói Ulisses e o seu atribulado regresso a casa após a Guerra de Troia, já conheceu várias adaptações, ou não se tratasse de um dos mais antigos e influentes textos da literatura mundial. Agora encontra-se também transposto para a banda desenhada, neste livro cheio de ação e aventura escrito e ilustrado pelo americano Gareth Hinds.


O Idiota

O Idiota

Fiódor Dostoiévski
Adaptação: André Diniz

É quase sem palavras – um ato de coragem, evidentemente – que o brasileiro André Diniz (Olimpo Tropical, Que Deus te Abandone) adapta à banda desenhada um dos grandes clássicos de Fiódor Dostoiévski, sobre um príncipe irremediavelmente otimista, enredado numa trama amorosa. Um volume com mais de 400 páginas, que faz parte da já extensa coleção Novelas Gráficas, da Levoir.


O-Diario-de-Anne-Frank

O Diário de Anne Frank

Anne Frank
Adaptação: Ari Folman e David Polonsky

Originalmente publicado em 1947, O Diário de Anne Frank é um daqueles livros inescapáveis para qualquer apaixonado por História. Escrito por uma adolescente judia num pequeno anexo secreto, em Amesterdão, serve de prova aos terrores da Segunda Guerra Mundial e foi transposto, ao longo dos anos, para os mais diversos formatos. Incluindo, agora, a banda desenhada.


O Velho e o Mar

O Velho e o Mar

Ernest Hemingway
Adaptação: Thierry Murat

Foi o último romance publicado em vida por Ernest Hemingway e aquele que lhe deu a ganhar os prémios Pulitzer e Nobel. A história de um velho pescador cubano que arrisca a vida para tentar capturar um gigantesco peixe suscitou várias interpretações ao longo do tempo. Desde 2014, é também uma novela gráfica, em edição de capa dura, escrita e ilustrada pelo francês Thierry Murat.


The War of the Worlds

The War of the Worlds

H. G. Wells
Adaptação: Dobbs e Vicente Cifuentes

A Terra é invadida por forças extraterrestres e, na sofreguidão pela sobrevivência, um homem procura reencontrar a mulher grávida. Esta história clássica de ficção científica, originalmente publicada em 1897, tem apaixonado – e assustado – o mundo há mais de um século. Encontra-se agora resumida e transposta para banda desenhada num álbum criado pelo duo franco-espanhol composto por Dobbs e Vicente Cifuentes.


American Gods

American Gods: Shadows

Neil Gaiman
Adaptação: P. Craig Russell e Scott Hampton

Embora tenha sido publicado apenas em 2001, Deuses Americanos já é tido por muitos comoum clássico. Trazendo a mitologia grega até aos tempos modernos através de uma guerra entre novos e antigos deuses, esta história recentemente adaptada à televisão é agora também uma série de banda desenhada que transpõe quase integralmente o enredo de Neil Gaiman para o formato ilustrado.


Por: Tiago Matos

Gostou? Partilhe este artigo: